Segunda-feira, 8 de Novembro de 2010

Atentado a vida do jornalista Antonio Manuel Jojo da Radio Despertar

Trata-se do segundo atentado a um jornalista da Rádio Despertar, pelo que a situação em Angola se mostra insustentável gostem ou não. Sei distinguir a evolução, estritamente crescimentista, no plano económico, de Angola. Mas visivelmente Angola continua a ter uma elite que teima em não Desenvolver. No plano salarial a larguíssima maioria da População angolana está nos níveis internacionais de Pobreza e não descola. No plano social Angola continua a ser uma sociedade onde predomina o mais puro capitalismo selvagem, estritamente em favor dos interesses internacionais petrolíferos e diamantíferos, e onde se esquece a todo o momento as e os cidadãos. No plano económico e em consequência desta política de capitalismo selvagem, nada descola, tudo continua a depender das Importações, até das latas de cerveja para as farras de fim de semana. Tal acontece porque Angola vive em regime para democrático, na verdade em regime paternal autoritário com umas hipotéticas eleições de 10 em 10 anos, regime esse que em nome das reservas petrolíferas e diamantíferas, e da futura grande riqueza mundial que é a água se sustenta na linha do modelo mexicano – 70 anos de partido quase único… - e finalmente porque não há uma Esquerda Democrática organizada em Angola que organize a alternativa que Angola necessita. E essa inexistência de alternativa passa precisamente pela forma como, clandestinamente, se aterrorizam as pessoas com actos violentos como este atentado, ou as pressões inúteis sobre a FLEC e sobre as Oposições organizadas e ainda com assassinatos políticos como o do jornalista da Rádio Despertar, Alberto Chakussanga assassinado há menos de dois meses. Angola já não merece este ambiente. As e os Angolanos não merecem tal tensão e a Comunidade Internacional não pode permitir que estes actos aconteçam impunemente. Por isso, exilado que me encontro, protesto e divulgo o comunicado da Rádio Despertar, apelando às Organizações dos Direitos Humanos para uma intervenção colectiva em nome da verdadeira Paz, da Democracia Participativa e do Desenvolvimento Sustentável em Angola. Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 14:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds