Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

A China do Futuro é uma Praga? Em Volta de Um Texto de Luciano Pires, Director de Marketing

Recebi de Edmundo Rocha o email abaixo, “A Praga Mundial Que Ninguém Quer ver - A China do Futuro”…, ou Made in China/Estão a alimentar o dragão…

Começo por esclarecer que dragão, dragão é o FCP e não a China, portista que sou não posso deixar passar em branco esta gaffe, só desculpável porque vem do Brasil.

Resolvido este problema, que não é menor, resta reflectir um pouco sobre a ideia base do texto de Luciano Pires e para o efeito começo por recordar um texto antigo que se não me engano se chamava algo como Quando a China Acordar….no mesmo eram levantadas estas questões, tomando como base o poder demográfico da RP da China. Como se vê, o Brasil, país em desenvolvimento com níveis de rendimentos bem mais baixos que os portugueses, ( como sabemos o SMN em Portugal está nos 475 euros, afectando não mais de 8% da população activa), já está assustado com a capacidade competitiva da economia da RPChina conhecida como sendo a economia de um país dois modelos, comunista e capitalista selvagem/neo liberal do mais puro, bem ao gosto de João Carlos Espada, e não sei se de Pacheco Pereira.

Como se percebe no texto abaixo, a componente do modelo capitalista selvagem/neoliberal está em forte expansão e extensão geográfica tomando m2 a m2 o interior da RPChina, como meio de baixar cada vez mais os “já elevados” rendimentos das áreas “mais avançadas” da RPChina, que se situam nos 100 Dólares mês, (72 euros).

E, note-se, na RPChina não há horas extraordinárias para ninguém, nem quaisquer outros benefícios sociais!

Esta é a componente económica dominante da Crise Mundial – a existência de uma potencia mundial que se sustenta com base na mais miserável das misérias das suas populações, (e, ainda por cima, dizendo-se comunista!).

Como é evidente, os capitalistas selvagens, que também os há claro, ( se existem comunistas selvagens porque não existirem capitalistas selvagens?), aproveitam a situação deslocalizando capitais, equipamentos e know-how para este “paraíso económico” que é a RPChina.

E, claro, reforçando o papel da RPChina na economia globalizada de hoje.

Como resistirão, enfim, estes selvagens sem pátria, a um país onde domina a “ordem”, perigosamente comunista mas “ordem”, e a 21% dos salários portugueses, ou a 33% dos salários brasileiros?

Esta é a componente económica da Crise Mundial, pois a RPChina representa ¼ da mão de obra Mundial, pelo que a sua economia e os custos da sua actividade económica se mostram desastrosos para o modelo social europeu e até para o modelo neoliberal americano do tempo do sr Bush, quanto mais de Obama!

É claro que, lamentavelmente, o factor comunista da RPChina tem vindo a sustentar esta economia delapidadora que é a deste país. Como sabemos os comunistas dominam ainda componentes essenciais do Movimento Sindical Mundial e o factor comunista da RPChina bloqueia a sua capacidade reivindicativa, como temos visto.

Campanhas contra os salários de fome na RPChina, onde estão elas?

Onde andam as Campanhas Contra a Concorrência desleal deste país?

Onde anda a CGTP, quer a CGTP/PCP, quer a CGTP/BE, por exemplo?

Claro que, ppr causa do factor comunista da RPChina – a assobiar para o lado!

E onde andam os meus companheiros da Esquerda Liberal, JC Espada e Pacheco Pereira também? Por causa da componente capitalista selvagem/neoliberal – a assobiar para o lado também, par a par com os comunistas!

E, como recorda e bem Luciano Pires, director de marketing, quando acordarem comerão, como os trabalhadores chineses – uma malga de arroz!

A não ser que travemos este caminho destruidor lutando pelos Direitos Humanos dos Chineses, assim como por uma adequada Distribuição da Riqueza na RPChina, comunista ou não que aproxime os seus salários dos europeus, potencia mundial que é!

Porque a RPChina é, hoje, a Praga que corrói a economia mundial!

Joffre Justino





Made in China/Estão a alimentar o dragão

A PRAGA MUNDIAL QUE NINGUÉM QUER VER - A CHINA DO FUTURO

Luciano Pires - diretor de marketing da Dana e profissional de comunicação

Alguns conhecidos voltaram da China impressionados.
Se o Brasil fabrica um milhão de unidades de um determinado produto , uma só fábrica chinesa produz quarenta milhões... A qualidade já é equivalente. E a velocidade de reacção é impressionante.
Os chineses colocam qualquer produto no mercado em algumas semanas... Com preços que são uma fracção dos praticados aqui. Uma das fábricas está a mudar-se para o interior, pois os salários da região onde está instalada estão altos demais: 100 dólares!
Um operário brasileiro equivalente ganha 300 dólares no mínimo. Que, acrescidos de impostos e benefícios, representam quase 600 dólares. Comparados com os 100 dólares dos chineses, que recebem praticamente zero benefícios...
Horas extra? Na China? Esqueça. O pessoal por lá é tão agradecido por ter um emprego, que trabalha horas extra sabendo que não vai receber...
Essa é a armadilha chinesa. Que não é uma estratégia comercial, mas de poder.
Os chineses estão a tirar proveito da atitude dos técnicos de marketing ocidentais, que preferem "tercializar" a produção e ficar com o que "agrega valor": a marca.
Dificilmente consegue adquirir nas grandes redes dos Estados Unidos um produto feito nos Estados Unidos. É tudo "made in China", com rótulo americano.
Há empresas a ganhar rios de dinheiro comprando aos chineses por centavos e vendendo por centenas de dólares... Mesmo que à custa do fecho das suas fábricas. É o que eu chamo "estratégia preçonhenta".
Enquanto os ocidentais "tercializam" as tácticas e ganham no curto prazo, a China assimila as tácticas para dominar no longo prazo.
As grandes potências do mercado que fiquem com as marcas, o design... Os chineses ficarão com a produção, desmantelando aos poucos os parques industriais ocidentais.
Em breve, por exemplo, não haverá mais fábricas de sapatilhas pelo mundo.. Só na China. Que então aumentará os preços, produzindo um "choque da manufactura", como foi o do petróleo. E o mundo perceberá que reerguer as suas fábricas terá um custo proibitivo. Perceberá que se tornou refém do dragão que ele mesmo alimentou (Vale salientar que o mundo Árabe, como disse Obama, é como é, graças aos petrodólares ). Dragão que aumentará ainda mais os preços, pois quem manda é ele, que tem fábricas, inventários e empregos... Uma inversão de jogo que terá o impacto de uma bomba atómica... Chinesa.
Nesse dia, os executivos "preçonhentos", olharão tristemente para os esqueletos das suas antigas fábricas, para os técnicos aposentados a jogar a bisca na esquina, para as sucatas dos seus parques fabris desmantelados. E lembrarão com saudade o tempo em que ganharam dinheiro comprando baratinho aos chineses e vendendo caro aos seus conterrâneos. .. E então, entristecidos, abrirão as suas marmitas e almoçarão as suas marcas.

E isto é em comparação com o Brasil! Agora imaginem com a Europa.
publicado por JoffreJustino às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds