Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Problema Com Que Estamos A Viver…(Eu Não Consigo Esquecer O “Serious Fraud Office”)

Já toda a gente entendeu que o problema com que estamos a viver, como se diz na minha terra, (Angola, para os que não sabem…), é a falta de coragem dos jornalistas que andaram meses a fio em 2009 a fazer propaganda partidária ilegal, e ainda por cima em pelo período de campanhas eleitorais, contra o PS, o seu secretário geral e o primeiro ministro, o eng. Sócrates, para serem capazes de dizerem ou escreverem três simples palavras – Pedimos Desculpa, Erramos! Parece que não querem entender o que é visível para todos – ninguém, mas mesmo ninguém, acredita hoje nesta comunicação social portuguesa, onde a própria Entidade Reguladora da Comunicação Social não é mais que uma extensão “dos jornalistas”, na verdade, dos lobbistas que escrevem nos jornais. Por isso os jornalistas que se esforçam verdadeiramente em o ser ou duram pouco tempo nas redacção dos media,. ou andam azedos da vida… Porque, claro, ainda há jornalistas. Cito um, e cito-o propositadamente pois ando há anos de relações pessoais cortadas com ele, por uma guerra partidária, angolana, o Ferreira Fernandes. Não são poucas as vezes que não concordo com ele, quando o leio, mas também não são poucas as vezes que aprendo e sou informado por ele, com as suas curtas crónicas de um brilho de escrita de fazer inveja a quem usa este defeito. Mas poderia falar em mais de uma dezena de jornalistas - o meu cunhado, o Manuel Rodrigues Vaz, com quem mantenho uma relação familiar tão forte quanto a critica e autocrítica que enredam os nossos debates, a Ana Tomás Ribeiro, o Orlando Raimundo, o Orlando de Castro, o António Peres Metelo, a Teresa de Sousa, e, claro, o João Van Dunem, a Paula Simons, o Aguiar Dias dos Santos, o Rafael Marques, e aquele que eu considero o melhor jornalista da rádio de expressão portuguesa, depois do Emídio Rangel mas completamente ao nível deste, o Ismael Mateus. E falo daqueles que merecem referência imediata porque, como eu, são já cotas… Não vou falar do Mário Bettencourt Resendes, claro, porque já todos falaram bem dele e eu, além de ter de falar bem, (ele morreu não é?), porque me apoiou não poucas vezes, nos meus “dislates”, também terei de dizer que me afastou da escrita do DN, por razões que têm a ver, claro, com a UNITA e Angola, (não sou dos que acho que a morte serve para branquear seja quem e o que for…). Mas na verdade há demasiados maus e muito venais jornalistas por aí, e o resultado tem estado à vista – a crescente menor influencia da comunicação social em tudo, até nos resultados eleitorais dos partidos políticos, veja-se como o PS apesar de todos os ataques de que foi alvo, ganhou duas das três eleições de 2009! Para além da crescente menor audiência de cada um dos media e de todos eles em geral… Culpa dos jornalistas? Em parte. Mas culpa também dos lobbistas de mau jeito que Portugal tem, ainda por cima “não existentes” pois ninguém os obriga a declararem-se como tal, (abençoados EUA!), como por culpa dos “empresários da Comunicação Social” que vamos tendo….que agem ainda pior que os tais lobistas…parecendo que não são os lucros dos seus media que lhes importa. Pedir desculpa é uma coisa bonita que as nossas mamãs e os nossos papás ensinavam, em tempos. Mas que hoje não se usa, não está na moda, não são palavras “kosher”, enfim, politicamente correctas. Por isso há que inventar, para não ter de assumir que, em Portugal e na Grã Bretanha, se continua a não saber quem foram os corruptores do caso FREEPORT, quanto despenderam eles na corrupção, o que lhes aconteceu, quanto ganharam por serem corruptores! Para encobrir quem andou, cada vez mais se percebe, nesta porca campanha de lançar nuvens de fumo para cobrir corruptores – o tal Serious Fraud Office! Instituição xenófoba, só por tal merecia uma punição europeia, mal educada, incívica, e prepotente. Quem penaliza, esta gentalha que se imiscui nas campanhas eleitorais estrangeiras, para defender corruptores do seu país? Quem lhes envia o manguito do Bordalo? (goste ou não goste aquele deputado comunista deste belo acto popular de expressão portuguesa…) Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 14:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds