Sexta-feira, 17 de Junho de 2005

Uma resposta a Carlos Muralha

Meu caro,

Esta questão da Constituição da União Europeia tem de ser vista dentro do contexto de, pela primeira vez na História deste Planeta se estar a construir um Estado Federal, para não dizer um País, fora do contexto habitual da construção dos Estados e Países – fora do contexto da violência.

Na verdade, reparemos que já não é a primeira vez que se pretende construir este espaço que se pretende que chame Europa – a última experiência foi dramática, e tem o nome de ocupação nazi…

Ora, em contraponto a estas tentativas, violentas, como foi a tentativa de Napoleão também, esta ideia de irmos construindo, paulatinamente, um espaço federal, por cima de Estados existentes, por via do diálogo, da negociação, e da elaboração de uma Constituição, por si, é já excelente.

Não me interessa, sinceramente, o conteúdo da Constituição….no essencial ela é democrática e isso é o importante.

O que me interessa, aliás porque vejo este processo “de fora”, como sabes, com Angolano “exilado”, hoje por razões económicas já que um qualquer regresso custa caro, é que nasça este espaço em nome do equilíbrio de forças a nível internacional, o que tenderá a ser profundamente benéfico para o Continente onde me insiro, o Africano.

Mas mesmo se me assumisse como europeu, o importante era acelerar um processo que tende a ser – a) um exemplo para a Humanidade; b) um espaço pacificador das relações internacionais.

Falas –me dos agricultores franceses, os das 3 vacas, o do hectar de vinha, os das vilas e cidades.

Pois a sua reacção é a reacção que me preocupa também. Ela significa que aqui neste espaço, o tendencialmente mais participativista, as pessoas continuam a não se verem como participativos no espaço europeu, a verem-se, egoisticamente franceses, portugueses, etc.

Recordo-te que quando a Comissão, na sua linha massificante, tentou impor aos italianos, o fim da pizza a lenha eles pura e simplesmente mandaram a Comissão ás urtigas, em um acto de revolta que fez recuar, e muito apressadamente, a dita Comissão, ela, na verdade, o exemplo do que tem de acabar na União Europeia.

O resto são fantasias, temores de quem pensa que perde a sua identidade cultural por se entender também com Europeu, quando, na verdade, se aproveita deliciadamente da mesma sempre que essa identidade “dá geito”…

Houve tempo em que, para se concretizar um negócio, o ser humano de uma comunidade, por medo, se aproximava até meio caminho de outra comunidade, deixava o que tinha para a troca e aguardava que a outra parte fizesse o mesmo deixando ao lado do que ela deixara o que entendia como aceitável no processo de troca em causa. E tal ia-se repetindo em momentos e movimentos complexos, até se estabelecer o acordo final…

Curioso não é?

Que voltas já demos nesta maravilhosa oportunidade de podermos comunicarmos com os estranhos, os estrangeiros, os gadjos etc…

Um abraço meu irmão


Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 11:38
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds