Quinta-feira, 21 de Julho de 2005

Esta comunicação social...esta ânsia pelo abismo...

Luis Campos e Cunha, ex ministro das finanças so pode ser um homem corajoso, pois só um homem corajoso aceitaria esta função, controladora de ímpetos neoriquistas, que alguns portugueses teimam em manter.

Luis Campos e Cunha por ter sido um homem corajoso leva hoje, 21.07.05, um prémio envenenado - o direito a que tem de ver um seu artigo publicado duas vezes, o mesmo artigo, em menos de uma semana nas páginas do mesmo jornal, o PUBLICO. Em Portugal envenenam-se os homens corajosos como os Borgias o faziam ao seu tempo, entre melífluos sorrisos de aparente simpatia. Foi o que fizeram a Luis Campos e Cunha.

E, por via de Luis Campos e Cunha, na verdade, pretende-se impedir que o país estabilize, estabilizado, cresça e crescendo, finalmente, se desenvolva...

Reparemos o que diz José Manuel Fernandes, "...o primeiro ministro e o PS vivem mal com políticas duras mas coerentes, mantidas pelo tempo que fôr necessário",....quanta mentira factual em tão poucas letras nunca vi...

Nota 1. Governo Mário Soares, o I Constitucional, onde "falhou" Soares? Em ter exigido uma política de contenção face às asneiras mfista/comunistas da época.

Nota2. Governo Mário Soares, 1984, onde "falhou" Soares, o que levou o PS aos tempos dos 20% eleitorais? A contenção da crise, (lembram-se da entrega do subsídio de férias desse ano, de todos(as) portugueses(as)...), imposta ao país pelas governações de Sá Carneiro e Pinto Balsemão, chegou inclusivé a levar a uma muito afectiva zanga do eleitorado face a Soares, que só recuperou numa dificil 2ª volta presidencial.

Nota3. Onde fez o Centro e a Direita portuguesas politicas duras e de contenção desde 1976? Em momento nenhum, em tempo nenhum houve qualquer tentativa de contenção de crises económicas, graves, que este País já viveu... e quando se confrontaram com elas o que fez o Centro e a Direita? Entregaram o País ao PS, ele que resolva a crise, ele que seja, mais uma vez, o Bombeiro do País....recordemos a retirada "estratégica" de Durão Barroso e os enviezamentos de Santana Lopes

Nota4. Guterres fez o mesmo entregando o País ao Centro e à Direita, é verdade. Guterres fez o mesmo que Cavaco Silva, mantendo a linha da sua governação, (baseada na aparente riqueza que os financiamentos comunitários previam), ainda que mais social, mais atendendo aos pobres e marginalizados do país.

Pode José Manuel Fernandes referir-se a esse tempo, mas esse tempo não faz o PS, faz uma parte do PS...e na verdade são 6 anos em 32...

Luis Campos e Cunha, entretanto, é muito claro no seu artigo. Ele assume que "a sustentabilidade a longo prazo das finanças publicas assenta em três aspectos: a Segurança Social, a Saúde e os investimentos públicos"...explicando coerentemente os dois primeiros temas torna-se até mais pedagógico quanto ao terceiro relevando a necessidade de "uma análise prévia de rendibilidade..." sendo que "A qualidade da despesa pública passa pela criteriosa e apertada selecção dos investimentos""....

Bem...mal de nós se o ministro das finanças não dissesse tal. Parece que não o deveria ter dito. E depois, no Publico pelo menos lá vem um enorme lençol de divergências hipotéticas precisamente por causa dos referidos investimentos publicos.

Foi um erro grave, em qualquer circunstância, esta demissão. Mais ainda, foi uma decisão desmobilizadora de empenhos no controlo das despesas públicas. Mais ainda, deixa o próximo ministro das finanças, ainda mais, nas mãos dos que anseiam, desesperadamente, pelo abismo....

Tenho, pois, mesmo, muita pena de Teixeira dos Santos....

Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 19:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds