Terça-feira, 10 de Abril de 2007

A licenciatura de Sócrates

Este texto, de Manuel Rodrigues Vaz, abaixo, merece até mais que esta divulgação no meu blog...

Tudo neste mundo tem uma explicação, diria Monsieur de La Palisse. E neste Portugal tão pequenino, tão mesquinho, isso é mais verdade do que noutro lugar algures na Conchinchina.
Vem isto a propósito da questão lana-caprinar em que se tornou a licenciatura de José Sócrates, que se candidatou há dois anos a primeiro-ministro de Portugal, como secretário-geral do Partido Socialista.
Longe de mim terçar armas pelo dito, em quem reconheço algumas qualidades, mas que são obnibuladas, porém, por um estilo a lembrar um passado recente que não é de bom agoiro.
Mas uma coisa é não concordarmos com a actual governação, a quem só podemos acusar de não ser mais radical, e outra assistirmos, de braços cruzados, a campanhas que parecem cada vez mais muito pouco honestas, se bem que compreensíveis.
Uma vez que 1) O bolo do ensino particular é significativo; que, 2) ao mexer nos impostos da banca, tal não iria agradar aos capitalistas; e, 3) ao contrariar a OPA que o grupo SONAE fez à TMN, iria criar um inimigo chamado Belmiro de Azevedo, era de esperar, portanto, que acontecesse o que aconteceu, isto é, que se tentasse, de todas as maneiras e feitios, descredibilizar o actual poder constituído e, como última hipótese, a classe política em geral, porque só assim determinados sectores poderão atingir os seus objectivos.
Se o concurso dos Grandes Portugueses, dando a vitória a Salazar e a Cunhal, já tinha dado o mote desde o início, dentro dessa mesma estratégia, a campanha do jornal “Público” integra-se, a primor, nestes objectivos, a evidenciarem cada vez mais obscuridade.
O próprio “Público”, dirigido por uma luminária da antiga extrema-esquerda chamada José Manuel Fernandes, foi sempre de uma clareza grande a este propósito.
No dia 23 de Março p.p. na sua secção Blogues em Papel, que apresenta diariamente na págia 2 do seu P2, transcrevia o seguinte, do http://holehorror.blogspot.com:
O Inimigo (*)
«Belmiro de Azevedo é talvez o caso de sucesso do capitalismo português em democracia mais representativo das últimas décadas e por isso um puro produto do pós 25 de Abril. Ambição, determinação, rigor e muita contenção nos custos fazem parte da sua imagem de marca. O actual governo, na pessoa do primeiro-ministro José Sócrates comprou um inimigo pela forma como geriu (impediu) o dossier OPA. Os primeiros sinais foram dados ontem e hoje a guerra começou. Prevejo dias difíceis para José Sócrates.
(*) título roubado aqui
Etiquetas: OPA da SONAE à PT, Política
posted by jcd # 22.3.07 »

Como vêem, não se tratou só de ameaça. Seguiram-se, até agora, insinuações sobre insinuações, convertendo-se num folhetim que a própria RTP 2, por exemplo, repete e torna a repetir, até no mesmo telejornal, como ainda há dias aconteceu.
O senhor José Manuel Fernandes, que repete e bisa recorrentemente que se pede à mulher de César que, ao menos, pareça honesta, desta vez parece que se esqueceu das suas sentenças. Porque o que chamar a isto se não uma ameaça, uma tentativa de pressão???
Até que ponto é isto lícito em informação, num jornal como o “Público”, por acaso da SONAE, do sr. Belmiro de Azevedo, que se quer apresentar como credível e honesto???
Porque não investigar até ao fim, profundamente, e só depois apresentar o resultado, seja ele qual for e doa a quem doer???
Eu sei que é preciso vender papel, mas será que tal compensa?
É claro que o poder não reagiu melhor. Se bem que compreendamos o gabinete de Sócrates, que tentou, de alguns modos, obstar a ser salpicado por porcaria, acho que a forma como reagiu foi a menos indicada. Pede-se a Sócrates e aos que vierem depois dele, mais pose de Estado, porque, nesta espécie de casos, o mais compensador será a verdade e ela só aparecerá se não houver obstruções.
Por enquanto, até mais ver, do lido e relido no “Público” e no “Expresso”, do sr. Francisco Pinto Balsemão, cujos interesses são também vastamente conhecidos, ainda não consegui chegar à conclusão que é sugerida pelos próprios órgãos de informação. Talvez seja por deficiência minha, mas não me parece.

Rodrigues Vaz
publicado por JoffreJustino às 10:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds