Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

A “ Morte Anunciada” da União Europeia? (Que morra o Euro e Viva o Dólar?)

"Temendo a falência do país mais pobre
da Europa Ocidental, os investidores
fugiram em massa dos títulos portugueses",
escreve o Financial Times, dizendo ainda
que a dívida coloca a bandeira portuguesa
"a meia haste."
(in site do Diário Económico)
“Mostrando uma fotografia da estação de
comboios do Rossio, no dia da greve, o New
York Times escreve que "ambos os Governos
[Portugal e Grécia] estão a ser confrontados
com protestos de trabalhadores, que têm pela
frente um futuro cheio de incertezas" .
"(in site do Diário Económico)


Escrevi antes e logo após as eleições do ano passado que Portugal só tinha uma solução – Um Governo de Salvação Nacional.

De então para cá algumas oposições limitaram-se a alimentar o país não de soluções para a crise mas sim de fait-divers de baixo calibre e moral que se limitam a incentivar o vivermos todos neste estado, “burguês”, no mais que mau sentido desta palavra que já foi revolucionária, de “os ricos que paguem a crise”.

Não pagam nunca, não irão pagar e mesmo que pagassem não resolviam o problema de uma economia que desde 1986 viveu para a autodestruição das suas potencialidades e para o novo riquismo.

Uma coisa é exigir que haja moral e que não se sustentem cidadãos a “pão de ló” de 4000 euros dia, outra coisa é fazer acreditar que pôr fim a tal resolve seja o que for da crise em Portugal.

Não resolve.

Hoje está, nos mercados internacionais, mais que claro o que é que os meios da alta finança americana querem – acabar com esta experiencia linda que foi o Euro!

A Europa não tem razões para imaginar que os EUA a iriam deixar ser, de novo, uma super potencia.

Tem, a Europa, a União Europeia, demasiado potencial para tal, em mercado, em recursos, naturais e financeiros, em Organização e em knowhow, para que possa sobreviver, acham os da alta finança de Nova Iorque, (vale começar a escrever assim os nomes…)

A RP da China sim vale a pena – tem mercado, não tem organização, nem tem know how que a sustente enquanto superpotência a temer.

Por enquanto.

Porque põe na ordem a Ásia.

A Rússia sim vale a pena - tem mercado, não tem organização, o know how é ainda insuficiente para que seja uma superpotência a temer.

Por enquanto.

Porque pode pôr, agora sem problemas ideológicos, do Atlântico aos Urais, islâmicos incluídos, este gente” na ordem.

Ficarão, as potencias médias – a Alemanha, a França, a colónia americana que é a Grã Bretanha, a Espanha, na Europa, na América Latina o Brasil, na Ásia o Japão.

Úteis mercados, úteis para o controlo regional.

Não escrevo isto por anti americanismo.

Fui e não me importei de ser um freedomfighter.

Porque havia que lutar pela Liberdade!

Escrevo-o porque existem os EUA e os EUA!

Os EUA que, como Stigltz entendem que já não é possíevl controlar o mundo como outrora e os EUA que como os da alta finança continuam a achar que sim que não só é possível como é necessário, sendo certo que Obama será um fenómeno passageiro.

Para eles.

Portugal, como a Grécia, como a Islândia, como a Irlanda, são meros peões para fazer abater a União Europeia e o Euro.

Por cá alguns andam a brincar com o fogo.

Vejam a noticia americana sobre a greve dos transportes, que foi, todos o sabemos, um fracasso.

Virou o fim do mundo e felizmente não existem em Portugal os anarquistas que existem na Grécia, para dar mais credibilidade à noticia!

Mas aparecerão não duvidem.

Pagos por estes da alta finança nova iorquina.

Felizmente existem Sócrates e Passos Coelho.

Parabéns aos dois.

E deixemo-nos de fingimento.

A CPLP está aí, a União Europeia ainda existe, o Euro ainda não morreu.

Há que ultrapassar esta crise, em Portugal e na CPLP.

Há que ultrapassar esta limitação que é a tentação existente na Alemanha, que a leva a pensar preferir regressar ao marco e a matar o Euro.

E há que acabar com os fait divers, pensar num governo de Salvação Nacional e encontrar as soluções necessárias para travar os ímpetos destrutivos que vemos existirem nos EUA, na sula alta finança.
publicado por JoffreJustino às 17:41
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds