Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Na Verdade, O Que Querem estes Sindicatos de Professores?

Abaixo está uma noticia, do DN, sobre o tipo de Avaliação que estes Sindicatos de Professores entendem adequado – uma auto-avaliação “acompanhada pelo respectivo Conselho Pedagógico”!

Estamos num processo que tem pelo menos dois anos, que tem mais de 6 meses de contestação social, feita pelos professores, acompanhada e/ou liderada por estes Sindicatos e, o máximo que estes Sindicatos apresentam é um documento de Autoavaliação?

Lamento, mas desta vez não posso dizer senão – ultrapassaram os limites.

Os Sindicatos de Professores têm delegados sindicais em todas as escolas do País com tempos de redução para esta função. Os Sindicatos de Professores têm dirigentes com tempos de redução. Os Sindicatos de Professores têm equipas técnicas e administrativas a trabalharem com eles.

E, depois desta crise toda a única coisa que sabem apresentar é o que está abaixo?

Então, assumam de vez – são contra a Avaliação de Desempenho dos Professores!

Nunca se viu um processo de Avaliação de Desempenho que se centre somente na Autoavaliação, trata-se aliás de uma visão errada das relações profissionais centrar a avaliação na percepção de cada um sobre si próprio, tão errada que nenhum Professor o aceitaria nas suas aulas!

Respeito a luta dos professores no que concerne às más remunerações dos mesmos, ás fracas condições de trabalho que ainda têm, mas torna-se impossível aceitar este tipo de posição elitista, antiparticipativa, irresponsável mesmo.

Entendo o desgaste da leccionação, a necessidade de ter em conta o mesmo na percepção da vida profissional de cada professor.

Recuso-me a aceitar que os professores sejam diferentes das restantes classes profissionais quanto à necessidade de demonstrarem a sua qualidade, individual, no plano profissional e, assim, dialogando, intervirem na evolução da sua Carreira Profissional, intervirem na caracterização das suas Condições de Trabalho, intervirem na decisão das suas Orientações Profissionais, intervirem na caracterização das suas Necessidades de Qualificação, de Inovação.

Necessitamos de Professores. Mas necessitamos de professores que entendam os seus Direitos, mas Também os seus Deveres, de Cidadania e a proposta dos Sindicatos se se resume a tal, ao fim deste tempo todo – é a prova do contrário do que necessitamos.

Lamento dizê-lo.


Joffre Justino




Desempenho. Solução a apresentar amanhã ao Ministério da Educação implica a suspensão do actual modelo

Plataforma quer colocar proposta à discussão dos professores

A proposta que a Plataforma Sindical dos professores vai apresentar amanhã ao Ministério da Educação assenta num documento de auto-avaliação, a ser preenchido pelos docentes e acompanhado pelo respectivo Conselho Pedagógico. Mas para que esta proposta chegue sequer a ser negociada, os sindicatos exigem que o actual modelo de avaliação seja suspenso.

O porta-voz da Plataforma, Mário Nogueira, já tinha informado o DN que os sindicatos iam apresentar "uma solução simples, não administrativa e focada na vertente pedagógica que permita aos docentes serem avaliados este ano". Proposta agora concretizada por outros dirigentes do movimento sindical. Carlos Chagas, secretário--geral do Sindicato Nacional e Democrático dos Professores, adianta ao DN que a Plataforma tem uma forma de ultrapassar o vazio legal deixado pela suspensão do actual processo e realizar a avaliação de quem necessita dela. "Embora ainda não haja um documento escrito e pormenorizado, a nossa proposta vai no sentido de cada professor elaborar um relatório de auto-avaliação a ser apresentado ao Conselho Pedagógico, que seria responsável por acompanhar o seu cumprimento."

A leitura das soluções previstas pelos vários sindicatos para a avaliação permitem perceber melhor o que os dirigentes da Plataforma defendem. Assim, este relatório de auto-avaliação deve conter uma análise do docente sobre as condições em que exerce o processo de ensino e posterior apreciação do relatório por uma Comissão de Avaliação do Conselho Pedagógico. "O documento a apresentar pelo professor é de facto de reflexão da componente científico-pedagógica, mas ainda não pormenorizámos a proposta, porque não faz sentido termos um documento escrito sem sabermos se o Ministério suspende o modelo actual", informa João Dias da Silva, da Federação Nacional dos Sindicatos da Educação.

Caso se reúnam os pressupostos exigidos pelos sindicatos, Carlos Chagas considera que "o documento definitivo deve ser entregue em pouco mais de uma semana, depois de colocado à apreciação dos professores nas escolas". Afirmação que agradou a Mário Machaqueiro, representante de um dos movimentos de professores que organizou a manifestação de 15 de Novembro e que reclama ser ouvido pelos sindicatos neste processo. "Esta posição é positiva e a proposta parece-me razoável, mas temos de ter cuidado para não desmobilizar a contestação. Além de que não sei se o Ministério vai ceder", alerta o professor da Associação em Defesa do Ensino.
In Diario de Noticias via SAPO
publicado por JoffreJustino às 09:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds