Sábado, 2 de Maio de 2009

Insistir Num Pedido de Desculpas…

É certo que nos dias de hoje anda tudo um pouco estranho, confuso mesmo…assim, vemos manifestações, comunistas, anti regime, acontecerem em Moscovo, neste 1º de Maio, e, ao mesmo tempo, assistimos a actos de violência sobre um candidato de Esquerda às Europeias, pelo PS, Vital Moreira, em plena manifestação do 1º de Maio, como assistimos a estes estranhos silêncios nas notícias sobre o secretário-geral do PS, engenheiro Sócrates no que respeita ao caso Freeport, pois, dia após dia, se vem a descobrir as “carecas” que tais noticias envolviam…
É claro que alguns do PS dão a mão ao ambiente confuso, quando, não respeitando a lei, introduzem na campanha do PS o que é de boa moral que lá esteja, o Magalhães, mas não da forma que esteve – abusando da não informação do para que serviriam as filmagens em castelo de Vide sobre o Magalhães. Tal, alias, como fez aquele sindicato cgtista, contestatário ao Código do Trabalho socialista e que o usa para despedir funcionários seus…
Estando Portugal a viver, como o Resto do Mundo em geral, (até mais pois somos uma economia bastante aberta ao mundo como todos sabemos), esta crise que conduz a esta escalada no desemprego, nos lay off, nas falências das empresas, é de todo essencial que se antecipe o erro e, apesar das declarações, mais que adequadas do secretario geral do PS pedindo desculpas às famílias envolvidas e não consultadas, no programa de campanha do PS, a mancha, desnecessária, ficou.
O que, com a crise a envolver-nos, afecta e bastante, desnecessariamente, a imagem do PS e, por ele, da esquerda democrática.
Tal qual ficou a mancha na Unidade de Esquerda com a violência gratuita sobre Vital Moreira e com os “silêncios”/defesa do sucedido do secretário-geral do PCP e da CGTP sobre este acto absurdo…tudo indicando que, à Esquerda do PS, domina, ainda em demasia, mais o sectarismo que a vontade de Unidade, de Construir, de fazer outra sociedade, mais solidária, mais justa, com mais desenvolvimento.
Mas a verdade é que o engenheiro Sócrates, primeiro-ministro e secretário-geral do PS soube assumir o erro – pedindo de imediato, desculpas.
O que outros não souberam fazer…
Onde andam, entretanto, também, os pedidos de desculpas dos jornalistas que sonham, à noite e de dia, com noticias anti Sócrates e que, sempre que podem, as colocam em primeira página?
De facto, mais uma vez, o Expresso divulga o como o cenário Freeport foi escandalosamente montado, (com o forte empenho do tal Serious Fraud Office, instituição britânica, que, como se vê, de sério pouco tem…), pelo dueto Manuel Pedro/Charles Smith, agora porque havia que os ressarcir dos IVA das facturas que tinham, ao que parece feito…
Perante esta avalanche de informações, a que se assiste?
Ao encolher dos tais jornalistas, escondidos agora nas redacções dos jornais, procurando salvaguardar-se das penas que merecem com o estatuto de “jornalistas” e procurando, como se viu no debate da RTP, salvarem-se com a busca da auto comiseração e das solidariedades corporativas.
Um homem sério, perante o erro cometido, saberia o que fazer – assumir, por escrito o erro, lamentar a forma apressada com que escrevera sobre o assunto e, claro, pedir desculpas ao engenheiro Sócrates.
Uma instituição séria, perante o erro, faria o mesmo, saberia pedir formalmente desculpas…
Ora nem o Serious Fraud Office, nem os jornalistas envolvidos, ao que parece, têm alma, cara e corpo para tal.
Dificilmente podem ser considerados, com este silencio, pessoas de bem.
Mas, claro, vivemos estes tempos estranhos, confusos, e a sua expectativa é que consigam passar por entre as gotas da chuvada, de lama, que em cima deles está a cair…
É claro que teria de surgir nova “notícia”, desta feita no Semanário SOL, pela assinatura da sra. Felícia Cabrita – a dos apartamentos do engenheiro Sócrates e da sua mãe…
Terão desaparecido, no cartório notarial, as escrituras da venda do apartamento da mãe do engenheiro Sócrates…
Culpa de quem? Qualquer cidadão diria – do cartório que tem o dever de guardar tais escrituras.
Pois não! A senhora Maria Adelaide Monteiro, mãe do engenheiro Sócrates, que, como qualquer um de nós, confiou, (até porque a tal é obrigada…) a escritura a uma instituição que tem o dever de salvaguarda destes documentos, um cartório notarial, (que se faz pagar, e bem, para tal), passa a, nas mãos desta jornalista, a quase culpada, com o dever de procurar, encontrar, talvez devolver ao cartório, a referida escritura!
Diria eu, andam ao fim e ao cabo, em boas mãos, os nossos documentos oficiais?
Porque, nos cartórios, parece que não… (a que mãos entregou o cartório, ou alguém dele, estes documentos?), ficando no ar a dúvida se estes cartórios merecem a confiança que dizem que merecem ter…
Nova telenovela, novo “rimance de cordel”, nova estorieta para ataque político infame!
Penso que a comunicação social portuguesa ainda não percebeu a razão pela qual tem, em geral, tão baixas audiências…mas seria útil que alguém lhes dissesse – com tanta treta que inventam, o que esperavam?
Que nós os aturássemos/sustentássemos, com toda a impunidade a ficar do lado dela?
Confundir o Watergate com estas “novelas” é confundir a água do mar com a poça de lama de uma rua depois de uma pequena chuvada…
E há, felizmente, cada vez menos analfabetos e infoexcluidos em Portugal.
Porque o governo, este governo, do PS, liderado pelo engenheiro Sócrates, faz por tal.

Joffre Justino
Nota final: Sendo indesculpável o sucedido com Vital Moreira, (fossemos cada um de nós socialistas conhecidos quanto ele acontecer-nos-ia a todos o mesmo?), ficaria bem ao PCP e à CGTP um pedido de desculpas formal e uma séria critica ao sucedido, em nome da Unidade de Esquerda. Ela, a ideia da Unidade, só não morre agora em nome e por causa das Ana Rosa que existem, no PCP e na CGTP e do projecto de Esquerda Democrática que devemos manter.
Recordo um extracto de um poema de Castro Alves, poeta brasileiro, radical republicano e antiesclavagista, “A Praça é do Povo como os Céus são do Condor”, para recordar ao PCP e à CGTP que há mais Povo, mas mesmo muito mais, para além dos apoiantes e votantes PCP e da CGTP e que, francamente, achando estranho este radicalismo que cai somente sobre Povo de Esquerda, lhes pergunto onde anda o outro, pois desse e sobre esse nada se vê….nunca se vê.
É pois ridículo entender “corajoso”, “justo”, “eficiente”, silenciando o pedido de desculpas, este comportamento anti Vital Moreira.
Porque esse comportamento magoou-nos a todos, o restante Povo de Esquerda. E, mais uma vez, dividiu-nos, sem nos meter medo.
publicado por JoffreJustino às 15:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds