Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

UM DIA

Um dia teremos a oportunidade.

Não sei quando.

Nem sei se interessa o quando.

Mas teremos a oportunidade.

Quando perdermos estes ainda intuitos bárbaros, quase animalescos ainda, de nos ofendermos para nos sobrepormos, de nos violentarmos para dominarmos, e até de nos santificarmos para hegemonizarmos.

Todos temos fragilidades, por isso todos somos alvos simples para a ofensa, para a violência e para auto santificações.

Difícil é o contrário.

E falo hoje da política, da crise, da economia, e de cada uma das nossas almas.

Queremos ter o direito, mas não queremos ter nem a responsabilidade nem o dever.

Porque vemos quem, rico, poderoso, a abusar, entendemos que a solução não é impormos a mudança desses abusos ma sim estarmos com esses abusos.

Mas vemos também quem, poderoso, a dominar, e entendemos que a solução é estarmos com quem domina e não com quem trava os abusos do dominador.

Como vemos quem, auto santificado, manipula e, logo com ele estamos antes de lhe perguntar quem, além dele próprio, o santificou.

Mais ainda, vendo quem nos diz Cuidado, a riqueza é esgotável, pelo que tem de ser melhor distribuída, logo, de imediato, nos colocamos ao lado dos que acham a riqueza inesgotável.

Como vendo quem diz Cuidado vivemos acima do que temos, logo, de imediato, muitos há que o fazem porque não eu?

Alguns não entendem que ultrapassamos o estádio da Luta de Classes do tempo da Revolução Industrial e que atingimos o estádio do premente controlo do que na Natureza delapidamos.

Somos 6 biliões, já não somos o 1 bilião.

E, porque nos envolvemos com facilidade nos discursos fáceis, optámos por magoar, por humilhar, por ofender, por dominar, por violentar e até por santificar e auto santificar – as fáceis soluções de tempos idos, mas que ainda dominam as nossas mentes e almas.

Eu próprio.

Eu próprio já não sou, (aliás nunca fui), o super herói, o super sensual, o super amante, o super dominador, o super manipulador, o super leader, o santo dos santos.

Fui somente um ser humano, bem frágil, como todos nós.

Que hoje, já para o idoso, (ao tempo dos meus pais seria considerado mesmo idoso), olhando para trás, para aprender o que aí está a chegar, procura alertar.

E se confronta com a inutilidade desses alertas.

Como se confronta com os próprios orgulhos, fragilidades, medos, manipulações.

Perguntando-se – e vale a pena?

Que ganhou Saldanha Sanches?

João Isidro?

Ribeiro dos Santos?

Enfim, os que, da minha vida/geração, saltaram, a terreiro, e morreram, para alertarem?

Boa questão não é?

E que resposta difícil ela tem, cada vez mais, porque.

Ainda que ainda ache que um dia teremos a oportunidade.


Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 15:49
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Jos-Luis FERREIRA a 28 de Maio de 2010 às 19:03
Jofre Justino, meu Amigo, meu Irmão d'Armas&Bagagens. Verdadeiro prosoema - síntese autocrítica da tua mundivivência - na genuína expressividade desse teu belo texto, dás eco`a um quase perdido sentido nocional da nossa (ir)realidade, ao pensamento livre dos homens-livres deste ímpar país de poetas de costas voltadas para o mar. Que a tua energia e os exercícios de cidadania quotidiana continuem a justificar-te. Mais do que a racionalidade que, muitas vezes nos espartilha, é pela autenticidade da inteligência emocional que a Verdade se manifesta. J-L.F.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds