Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Escândalo! Oliveira e Costa em Casa…por ser Poderoso, por Trair os Amigos?

A Justiça em Portugal, o terceiro Poder, continua a demonstrar que se mantém na lógica totalitária de sempre em Portugal – depois de ter estado preso, alguns meses, passou ao estatuto de retido, com pulseira electrónica, ao que parece, segundo o Correio da Manhã, porque “denunciou os ex-amigos, entregando à Justiça os dados das offshores por onde circulou dinheiro, e conseguiu ver a medida de coacção reduzida. O ex-patrão do BPN vai para casa com pulseira electrónica e é possível que daqui a pouco mais de três meses possa mesmo estar em liberdade. Em troca, o ex-secretário de Estado tem de continuar a colaborar, dando às autoridades dados reais.”
Assim, vários dirigentes, actuais e ou antigos, do PSD, não por o serem, claro, têm vindo a ser colocados em situação de arguido no caso BPN, tudo indicando que venha a suceder o mesmo com o caso BPP.
O ambiente de corrupção tende a desaparecer, a pouco e pouco, mas tende. E as tentativas de tapar o sol com a peneira, inventando os freeport para atacar o PS, esvaiem-se em casos de corrupção e fraude generalizada numa “economia financeira” nascida sob a batuta neoliberal do tempo cavaquista/barrosista/santanista.
Enfim, o neo liberalismo dos períodos de Cavaco Silva, Durão Barroso e Santana Lopes, financeiramente liderados, no segundo caso, por Manuela Ferreira Leite, está ferido de morte, pois está cada vez mais provado que o ser-se elite pós liberal significa, pelo menos significou pensar-se ser acima da Lei.
E, ao que parece, a “Lei”, o terceiro Poder, incentiva esse estado de espírito, de estar acima da Lei, com esta medida de libertação de Oliveira e Costa.
Claro que o estatuto de neo liberal, goste ou não JC Espada e José Manuel Fernandes, (e a direita da comunicação social que hoje lidera o Publico), perdeu, em Portugal, moral e eticamente, qualquer valor.
Poderão pensar que não, que basta esconder todo este processo, ignorá-lo ou minorá-lo nas suas páginas, (e ficar à espera que dirigentes do PCP ou do BE, como Bernardino Soares e Francisco Anacleto Louçã inventem outra treta anti PS), para que tudo fique bem…mas enganam-se.
Os EUA, o patrão do Mundo, está a dar os sinais do Futuro. Madoff está preso até morrer e foi julgado e condenado em 6, repito, seis, meses! Os EUA estão, assim, a mostrar o que significa o conceito de Popper “sociedade aberta”.
Cada vez mais, a Economia Mundial, Globalizada, não se compadece com um sistema financeiro que não seja estável, que não seja corrupto, que se baseie em produto financeiros voláteis, em políticas financeiras do ganho imediato.
Poderão estes neo liberais requentados portugueses pensar que não.
Mas quem, como eu, se assumiu como da Esquerda Liberal, e da Ala Socialista Liberal, bem antes da Queda do Muro de Berlim, nos princípios dos anos 80 do século XX, quem como eu vai acompanhando a evolução do pensamento, político, económico e social, sabe que, cada vez mais, a Globalização exige regulamentação, Global também, e que esta regulamentação nascerá dos Estados Nacionais, dos quase Estados transnacionais, como a ONU, a União Europeia, a União Africana, a OMC, NAFTA, etc., umas por imposição, outras por consenso entre Partes Interessadas.
Poderão sonhar com “Berlusconis”, pré fascistas, como sonharam em tempos com “Milton Friedmans”, apoiantes do golpe no Chile contra Allende, enquanto desesperada alternativa, mas o seu tempo está a terminar.
A democracia está a chegar ao sistema empresarial, a pressão sobre o sistema financeiro global é crescente, a exigência de uma crescente distribuição da riqueza, em nome da sustentação da economia de mercado é uma obrigação, a noção de que o Estado tem uma função determinante na economia de mercado é, de novo, indiscutível.
Chegámos ao Socialismo?
Claro que não, mas caminhamos para uma Democracia cada vez mais Participada. E desta daremos saltos para uma economia solidária cada vez mais com a presença das Pessoas.
Infelizmente em Portugal ainda se põem as questões na lógica da contradição publico/privado, seguindo leninismos que o próprio Lenine desejou matar pouco antes de morrer, quando a questão deveria ser Social/Privado.
É a Esquerda do publico/privado que sustentou os IPE de onde nasceram os BPN/BPP e quejandos. Essa Esquerda está desesperada porque perdeu, perde dia após dia, o seu norte, depois de da bússola ter sido retirada, com a queda do Muro de Berlim, o sol que era a URSS e que a RP da China nunca será, para mal do sr Bernardino Soares…
Felizmente houve Esquerda que não andou por aí. Que não bateu palmas às nacionalizações do 11 de Março de 1975, como eu, que me limitei a escrever que as nacionalizações eram, somente, um acto necessário e não revolucionário.
Hoje estamos em tempo de debate.
De novo.
Gostem Bernardino Soares e Francisco Anacleto Louçã ou não. Podem até fugir ao debate e ansiar, como já vi na televisão fazer um dirigente do BE, por uma derrota do PS e uma vitória do PSD.
Já perderam, ao lado dos neo liberais, o seu tempo.
E nem a libertação de Oliveira e Costa os safará, pois ficou claro de que lado está o terceiro poder, a Justiça em Portugal….do lado do atraso….tal como a ideia de que trair ajuda a quem for.
Os valores, a Regra, os Princípios, a ideia de Mudança permanente perante uma tecnologia em permanente Mudança, indicam outros Caminhos.
Esses caminhos serão, cada vez mais, feitos de Incerteza e de Complexidade. Porque a evolução da Humanidade chegou a novas fases onde a ideia de Infinito nos acompanha em cada uma das mais simples decisões.
Por isso também a exigência de cada vez mais Solidariedade entre as Pessoas, do Pólo Norte ao Pólo Sul.
Por muito que esta noção custe a entender a um neo liberal….
Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 13:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds