Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

O “Professor” e a Aluna…

Ainda esperei que Anacleto Louçã tivesse, ao menos, o bom senso de Esquerda de pedir desculpa, apanhado que foi em mais uma das suas cenas de apoio à sua aluna Manuela Ferreira Leite. Ainda esperei que o Publico pusesse em 1ª página, pelo menos, uma chamada ao desmentido do insulto/acusação de Anacleto Louçã a José Socrates. Ainda pensei …

Mas claro que não.

O que vimos foi um “intelectual” ir para um comício dizer uma enorme boutade, que foi “poupámos 500 milhões de euros” ao país, contentando-se com algo que agora todos o sabemos, (até o Publico noticiou…), que a Estradas de Portugal, já em Agosto, tinham anulado o famoso concurso que envolvia a Mota-Engi!

Isto é, Anacleto Louçã, ou estava mal informado, ou mentiu despudoradamente. Em ambas as circunstâncias, e porque o que ele disse afectava o bom nome de outra pessoa, (não é importante que fosse o primeiro ministro, é importante, isso sim ser uma pessoa), exigia-se que Anacleto Louçã soubesse as regras da boa educação, (sempre é professor universitário), e, perante o erro, assumisse o mesmo, com um pedido de desculpas.

Estando envolvido no caso o primeiro ministro, (sempre foi num debate com ele que tal sucedeu), era natural que a exigência de um pedido de desculpas fosse noticia, antes até do próprio pedido acontecer, ou, pelo menos, ao mesmo tempo.

É tudo uma questão de boa educação.

Mas, hoje, ao que parece, em algumas escolas, até universitárias, até publicas, as regras da civilidade não interessam.

Vale sim e a boutade, a maledicência, a arrogância.

Trata-se sim de, valendo tudo, inventando tudo, tirar votos, para os repor, à Direita.

Anacleto Louçã presta-se a este serviço.

Em beneficio da sua Aluna, Manuela Ferreira Leite, em benefício da Direita.

Para que o BE suba em poder.

Pelo poder estrito, pelo poder tão somente.

Porque não há Esquerda quando se Mente, quando se inventa, quando se diz mal, por dizer.

Nem, aliás, há Direita.

Há somente luta pelo poder, sem Valores, sem Regras, sem princípios Republicanos.

Eis porque não pode haver acordo com o BE, que inclua Anacleto Louçã.



Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds