Quarta-feira, 30 de Junho de 2010

Do Mundial de Futebol ao BCE, (É a Cultura, Estúpidos!)

Que vergonha, Cristiano Ronaldo, Simão Sabrosa e Carlos Queiroz!

Na verdade nada de mal tem querer e conseguir ganhar muito dinheiro, desde que não vendamos a alma ao diabo!

E foi o que aconteceu ontem – a Espanha jogou com 14 jogares e meio (um árbitro mexicano num jogo com a Espanha?), e Portugal com 11 e depois 10.

Pensar que mais vale o que se ganha em dinheiro e esquecer o que se perde em honra, é terrível, e foi o que sucedeu, ontem, na África do Sul, a Portugal, com uma selecção nacional que pensava que podia contar com 11 jogadores e 1 treinador e percebeu, bem cedo, que tal não era verdade…

É a economia estúpidos disse já um economista a um político, dizem, é a economia.

Por isso, alguns, erradamente, pensam que tudo se resolve entregando a uns tantos, “os puros”, tipo charutos cubanos, o poder do Estado e, por via dele, dominar a economia, dando-lhe, “a pureza”, que ela não terá.

Outros, erradamente também, entendem que o que há a fazer é entregar à alma de cada um, sem regra, sem educação, sem valores e princípios, o jogo e seja o que “deus quiser”, (em letra minúscula claro).

Erro que foi cometido ontem por uma Federação de Futebol, a portuguesa, que apostou em vendilhões, do tipo vale tudo, do tipo antes o euro no bolso que a alma e o coração confortados, em nome da comunidade.

Outros há que esperam e confiam nos outros, na ideia de Comunidade, estando certo que se o espírito comunitário não prevalecer – nada a fazer, não há batota que resulte!

Sendo certo ainda que para que esta ideia da vida, e da economia, prevaleça, tem de haver um Estado forte, capaz de impor regras, por vezes as mais difíceis, capaz de intervir, a tempo, quando as batotas se mostram como possíveis.

Portugal precisava como a boca do pão, de uma maior presença neste Mundial.

Porque é a economia estúpidos, ronaldinho, sabrosinha e queirozinho e federaçãozinha.

Mas a economia da comunidade e não a da vossa simples conta bancária. A economia que ganharia com o nome de Portugal a rodar nas bocas do Mundo, reforçando as marcas portuguesas, o Turismo em Portugal.

Este é o confronto politico real – um confronto de civilizações, de culturas, de opções de vida.

E, nesse confronto, como já sucedeu tantas vezes no passado, algumas economias, e países, vão soçobrar.

Portugal arrisca-se a ser um deles.

E porque os amigos políticos europeus do PSD e do CDS, que dominam o Banco Central Europeu, o BCE, já assumiram que vão deixar de permitir que haja crédito facilitado à Banca Europeia, pondo em risco economias como a espanhola, a portuguesa, a grega, (onde o Bloco de Esquerda tem, ao que parece pelos cartazes nas ruas de Lisboa, amigos que os vão ensinar a “fazer revoluções”), a Irlandesa, etc.

Diz o amigo de Passos Coelho e Paulo Portas, os neo liberais daqui, desta jardim à beira mar plantado, o sr Trichet, (que nome para banqueiro!), que há que pôr o mercado a funcionar.

E que se danem as economias mais fracas, que na verdade, erro da amiga alemã de Passos Coelho e Paulo Portas, são o sustento consumista da economia alemã e que, a prazo, pagará bem caro, com mais crise portanto, esta medida, clarificadora do mercado, acha ela, a leader da Direita alemã, (e europeia).

Venha portanto mais Desemprego, mais falências, mais razões para que alguma “Esquerda”, (o BE e uma parte importante do PCP), acredite que “agora é que vem aí a “revolução”, pois nunca leram, nem querem ler, o Marx em que dizem acreditar!

Como veio ontem aquela derrota contra a Espanha!

Porque todos se esqueceram do essencial – do necessário espírito comunitário, agregado, o espírito que faz surgir as Nações.

É a Cultura estúpidos, (lembram-se das lágrimas de dor e raiva do Eusébio, moçambicano e português, português e moçambicano, mas com Honra, com Valores?)!

E enquanto estivermos nesta de esquecermos que sem Pessoas Qualificadas, Cultas, e com Valores, não há economia moderna – nada a fazer!


Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 14:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds