Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2006

Ah esta velhinha Luanda, sempre bela, sempre feiticeira…

Fazer 430 anos é obra, é sinal de estabilidade, de continuidade de aceitção por um Povo que convive nesse espaço urbano.

Foi o que sucedeu a Luanda, essa nossa capital, essa obra mestiça feita de paixões, de amores, de desejos, de ambições e, claro, também de guerras, mortes e ódios.

O arquitecto Benga Pedro dissertou, a 25 de Janeiro, em Luanda, sobre, precisamente, Luanda.

Luanda que foi feitoria colonial, que foi capital colonial, que é capital de País Independente, é, para este arquitecto, exemplo, referência, face a correntes arquitectónicas modernas, de adaptação ao ambiente envolvente.

Luanda que se foi construindo entre ocupações múltiplas, de um espaço naturalmente existente, em geral servindo de ponto de partida para o interior, de ponto de chegada e partida para o resto do mundo, por isso odiada e amada, por isso desejada, por isso também, muitas vezes, intocada.

A Luanda da expansão, a Luanda do comércio, a Luanda da politica, interna e externa, a Luanda das revoltas, a Luanda dos poetas, a Luanda dos jornalistas, a Luanda do 4 de Fevereiro, do 29 e 30 de Setembro, mas também do 31 de Outubro, é hoje comemorada com o apoio do Programa de Luta Contra a Pobreza Urbana, sinal de fragilidade a resolver com urgência…

Esta Luanda das casas coloniais, dos “arranha céus”, dos muceques, esta incomensurável Luanda hoje de cerca de 4 milhões de cidadãos, nem todos urbanos claro, mas todos em espaço urbano e em processo de urbanização, tem de mudar, de regressar ao seu orgulho de antanho, aos tempos em que batia o pé e trabalhava, de dia e farrava de noite.

É esta Luanda que nos faz falta, não a Luanda saudosista, mas a Luanda que sonhou independências logo no século XIX, que escreveu que antes o Brasil que o colonialismo bacoco antes de ser moda dizê-lo e escrevê-lo, a Luanda que explicou, em principio de século, ao restantes espaço de expressão portuguesa que ser racista era, antes do mais, prova de idiotia chapada…

É esta Luanda que eu conheci, que eu vivi, que amei e onde me fiz homem, que necessita de renascer, batendo o pé, afirmando que resolvida a Independência venha a Justiça Social, venha a Democracia, venha a Opinião, venha o Trabalho e a Riqueza para Todos.

É uma Luanda que vai acontecer, a prova está nestas novas gerações que se batem, por eles, pelos Angolanos.

Não enjeito, claro, pelo contrário amo, a Luanda da Ilha, a Luanda do Mussulo, a Luanda elitista, porque ela é necessária para nos dar a noção da disparidade a resolver.

Mas continuo nesta minha mania de amar os que negam e dizem falta ainda algo, falta o mais a que temos direito.

Foi Luanda que me ensinou, foi Luanda que me fez assim, apreciando a vida, amando a vida, desejando, sempre e cada vez mais, a vida.

Será do espaço, será feitiçaria, ou será somente este orgulho de ser diferente, de desejar diferente, de querer o diferente?

Que interessa?

O que interessa é que Luanda, para já, continua viva e fez 430 anos.



Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 16:23
link do post | comentar | favorito
|

O surgimento da OPUS DEI

O surgimento da OPUS DEI

Breves Notas Históricas


A 2 de Outubro de 1928, por “inspiração divina” e durante um retiro espiritual, José Maria Escrivã decide fundar a OpusDei, “como caminho de santificação dirigido a todo o tipo de pessoas no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres quotidianos do cristão”(in www.opusdei.org).

No entanto esta Obra esperará algum tempo antes de surgir “no início dos anos 30” e, em 1933, “abre-se o primeiro centro do Opus Dei, a Academia DYA”, em Madrid, para estudantes. Em 1934 este centro transforma-se em uma residência universitária.

A Guerra Civil de Espanha, que inicia em 1936, e a consequente perseguição religiosa a ela inerente, dada a radicalização de posições entre conservadores e progressistas leva a que Escrivá e alguns dos seus seguidores, em 1937, saiam de Madrid e reiniciem a sua actividade a partir de Burgos, em lógica de semiclandesinidade.

A vitória de Franco, que teve, desde o início, o apoio de Escrivá e o findar da guerra civil levam a Opus Dei, de novo para Madrid e daqui a expandir-se “por outras cidades de Espanha”e, de seguida, pela América Latina . A Opus Dei manteve também e desde então uma forte aproximação à extrema direita, e à direita conservadora, europeia e mundial, ainda que hoje tenha pontes com o Centro Direita e até com alguns elementos do Centro Esquerda

Em 1941, “O bispo de Madrid, D. Leopoldo Eijo y Garay concede a primeira aprovação diocesiana à Opus Dei”.

Em 1943, a 14 de Fevereiro, nasce, por inspiração divina também, a Sociedade Sacerdotal de Santa Cruz, criada para organizar os sacerdotes próximos da Opus Dei.

Em 1946 Escrivá fixa residência em Roma, onde obtem o doutoramento em Teologia pela Universidade Lateranense.

Em 1947 a 27 de Fevereiro a OPus Dei recebe da Santa Sé a primeira aprovação pontifícia, confirmada definitivamente em 1950 a 16 de Junho, por Pio XII. Em 1948, entretanto, Escrivã funda a 20 de Junho, o Colégio Romano de Santa Cruz.

Em 1952 cria em Navarra o que virá a ser a Universidade de Navarra.

Em 1957 a Santa Sé “confia à Opus Dei a Prelatura de Yauyos, no Peru”.

Em 1969, em um Congresso Geral extraordinário a Opus Dei inicia a sua caminhada para a sua transformação em uma Prelatura Pessoal, figura jurídica canónica criada pelo Vaticano II

A 28 de Junho de 1975 morre JoseMaria Escrivã, quando já eram membros da Opus Dei cerca de 60 000 pessoas.

A 15 de Setembro Álvaro del Portillo é eleito para suceder ao fundador.

Em 1982, a 28 de Novembro, João Paulo II, que, segundo alguns dizem é membro da OD, satisfaz o desejo da Opus Dei e transforma-a em uma Prelatura Pessoal, o que é executado em Bula Papal de 19 de Março.

Em 1985 nasce o que virá a ser a Universidade Pontifícia de Santa Cruz.

Em 1991 Alvaro del Portillo, já Prelado da Opus dei, é ordenado bispo por João Paulo II e a 17 de Maio de 1992 Escrivá é beatificado.

A 23 de Março de 1994 D. Álvaro del Portillo falece e a 20 de Abril é nomeado por João Paulo II para Prelado da Opus Dei Javier Echeverria, “confirmando a eleição realizada no congresso geral electivo celebrado em Roma”.

A 6 de Janeiro de 1995 Mons. Echeverria recebe a ordenação episcopal.

Em 2002 a 6 de Outubro “o papa João Paulo II canoniza JoseMaria Escrivá”.

Distribuição e datas de aparecimento da Opus dei,


1946 1947 1948 1949
Portugal, Itália e Reino Unido França e Irlanda México e EUA
1950 1951 1952 1953
Chile e Argentina Colômbia e Venezuela Alemanha Guatemala e Peru
1954 1955 1956 1957
Equador Uruguai e Suiça Brasil, Áustria e Canadá
1958 1959 1960 1961
Japão, Quénia e S. Salvador Costa Rica e Holanda
1962 1963 1964 1965
Paraguaia Austrália Filipinas Bélgica e Nigéria
1966 1967 1968 1969
Porto Rico
1970 1971 1972 1973

1974 1975 1976 1977

1978 1979 1980 1981
Bolívia Zaire Costa do Marfim e Honduras Hong Kong
1982 1983 1984 1985
Singapura, Trinidad e Tobago Suécia Taiwan
1986 1987 1988 1989
Finlândia Camarões e Rep. Dominicana Macau, Nova Zelândia e Polónia
1990 1991 1992 1993
Hungria e Rep. Checa Nicarágua Índia e Israel
1994 1995 1996 1997
Lituânia Estónia, Eslováquia, Panamá, Uganda e Libano Cazaquistão
1998 1999 2000 2001
Africa do Sul
2002 2003 2004
Eslovénia e Croácia



Missão da Opus Dei


Segundo a Opus Dei a sua Missão é contribuir para a “missão evangelizadora da Igreja, promovendo…uma vida plenamente coerente com a fé…através da santificação do trabalho”.

Um artigo em português, “Opus Dei e outras Seitas”, retirado de , www.geocities.com/CapitolHill/Senate/4801/OpusDei.html entretanto, apresenta a mesma como “infiltrar o mundo do trabalho, especialmente os centros do poder político e as grandes empresas públicas e privadas, com indivíduos totalmente fiéis ao Opus Dei”.

Um outro site, em espanhol, www.geocities.com/catolicos2001/opusdei.htm , “a Opus Dei procurava ocupar posições nas principais universidades espanholas. Durante a guerra civil, muitos dos professores e catedráticos destas foram executados, outros partiram para o exílio…as universidades não conseguiam funcionar. Isto foi aproveitado por Escrivá que recrutou dentro da Opus Dei professores medíocres ou incompetentes…”

No entanto, segundo a própria Opus Dei, citando o seu fundador, “actividade principal do Opus Dei consiste em dar aos seus membros e a quem o desejar os meios espirituais necessários para viverem como bons cristãos no mundo exterior”. De qualquer forma a simples leitura dos seus investimentos a mostram como uma instituição muito centrada na educação e influenciação das pessoas, dado o elevado nº de instituições de ensino que criou.



Especificações



Prelaturas Pessoais

A 6 de Agosto de 1966 o Papa João Paulo VI concretizou uma iniciativa do Concílio do Vaticano II, pelo decreto conciliar Presbyterorum ordinis, (7.12.1965) nº10, segundo a qual passaria a ser possível a criação de Prelaturas Pessoais, sendo que “os leigos poderiam vincular-se” às mesmas.

As Prelaturas Pessoais “são entidades à frente das quais há um pastor, (um prelado, que pode ser um bispo, que é nomeado pelo Papa e governa a Prelatura …”, pelo que “são portanto instituições pertencentes à estrutura hierárquica da Igreja, isto é, um dos modos de auto organização…em ordem à consecução dos fins que Cristo lhe atribuiu, com a característica de que os seus fiéis continuam a pertencer também às Igrejas locais ou dioceses onde têm o seu domicílio.”


O objectivo das Prelaturas Pessoais era “contribuir para a difusão efectiva da mensagem e da vivência cristãs”.

A 15 de Agosto de 1967 Paulo VI precisou que as Prelaturas Pessoais “dependeriam da Congregação dos Bispos e seriam erigidas pelo romano Pontífice”.

Assim, em 1969 iniciaram-se os trabalhos que conduziram, em 1981 a um relatório a todos os bispos sobre a criação de uma Prelatura Pessoal para a Opus Dei, o que veio a acontecer a 28 de Novembro de 1982, com João Paulo VI.

Os estatutos da Opus Dei”… estabelecem os critérios para as relações de harmónica coordenação entre a Prelatura e as dioceses…A Prelatura mantém sempre as devidas relações com as autoridades diocesianas”, tais como: - a)Não se inicia o trabalho…nem se procede à erecção canónica de um centro…sem o consentimento prévio do Bispo da diocese…b)…celebra-se um acordo entre o Bispo diocesiano e o Prelado…c)…mantêm um relacionamento habitual com os bispos das dioceses…”


Estrutura da Opus Dei

Prelatura


Assessoria Central Conselho Geral
(estrutura feminina) (estrutura masculina)

Vigário Geral
Assessoria Regional Conselho Regional
(estrutura feminina) (estrutura masculina)
Centros da Opus Dei


Congresso Geral da Prelatura
(de oito em oito anos)






Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz


Associação de clérigos da Opus Dei, composta pelos clérigos desta instituição “e por outros diáconos e presbíteros diocesianos, sendo que o Prelado da Opus Dei é o Presidente da Associação.

A associação pretende que os seus membros procurem alcançar “a santidade no exercício do seu ministério, segundo a ascética própria do Opus Dei.”. O candidato “há-de ter consciência de ter recebido uma chamada de Deus para procurar a santidade”.

Pertencem hoje a esta associação “uns 2000 presbíteros e diáconos incardinados nas diferentes dioceses de todo o mundo”.



Membros


Hoje a Opus Dei tem mais de 84 000 membros, equilibradamente distribuidos entre homens e mulheres, sendo que cerca de 1 800 são sacerdotes.

Por Continentes,


África : 1 600
Ásia : 4 700
América : 29 000
Europa : 48 700

Os membros da Opus Dei distribuem-se pelas seguintes categorias,

Numerários, que aceitam um contrato que estabelece o princípio da pobreza, da castidade, da obediência.

Os mesmos doam os seus salários à OD, recebendo uma pequena percentagem do mesmo para viverem. Representam 20% do total dos membros.

Associados, vivendo em família não são considerados numerários mas aceitam os votos de pobreza, castidade e obediência.

Supranumerários, a maioria dos seus membros, são normalmente casados

Padres, que vêm do numerários e são associados na Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz

Cooperadores, que são apoiantes da OD, participando em algumas das suas actividades, e apoiando a OD com doações


O documento já citado “Opus Dei e outras Seitas”, apresenta como membros, de vário tipo da Opus Dei, em Portugal Mota Amaral, Presidente da Assembleia da República, Jardim Gonçalves, presidente do Conselho de Administração do BCP, António Guterres, ex primeiro ministro e actualmente presidente da Internacional Socialista, Luís Braga da Cruz, Júlio Pedrosa e Rui Pena, ex ministros de Guterres, Narana Coissoró, membro do PP, Ramalho Eanes, ex presidente da República, Rocha Vieira, ex governador de Macau, João Rebelo deputado do PP, Fernando Oliveira, presidente do Sporting de Braga, Maria Barroso, esposa de Mário Soares, Maria José Nogueira Pinto, Rui Machete, Arlindo Cunha, ex ministros do PSD, Paulo Teixeira Pinto, o Arcebispo de Braga, Jorge Ortiga, Bispo do Funchal, Teodoro Faria, e o Bispo de Lamego, Jacinto Batalha

Um outro documento “Opus dei, o braço direito do papa na Europa, refere ainda como membros portugueses, Roberto Carneiro, ex ministro da educação, Oliveira dias, Ernâni Lopes, ex ministro das finanças, Eurico de Melo, Jorge Miranda, Pedro Roseta

Na França são conhecidos Hervé Gaymard, deputado, Raymond Barre, deputado ex primeiro ministro, o príncipe Michel Poniatowski, membro do senado francês, Christine Boutin, deputada membro da UDF, membro do Conselho Potifical para a Família nomeada por João Paulo II, Françoise Seililer, membro do Parlamento Europeu, Anouk Meyer .

Em Itália, são conhecidos, Ombretta Fumagalli Carulli, deputado pelo CCD, Alberto Michelini, deputado, Gianfranco Fini da NA, Adriana Poli Bortoni ministra da Agricultura,

Na Áustria, são conhecidos, Marilies Fleming, ex ministro, Vinzenz Liechtenstein, Aois Mock, ex ministro dos negócios estrangeiros, Andreas Laun da delegação de Cairo da UN.

Na Alemanha, é conhecido, Graf Alois von Waldburg-Zeil, do PE, Kurt Malangre do PE, Otto von Habsburg, do PE, Carlo Casini, do PE,

Na Espanha, são conhecidos, Gaspar Arino, Isabel Tocino, ministra do Ambiente,Frederico Trillo, presidente do Congresso, José Ignacio Salafranca, Marcelino oreja, do PE e ex membro do gabinete de Franco

No Luxemburgo, é conhecido Jacques santer ex presidente da Comissão

Na Polónia são conhecidos, Andrzej Poltawski e Wanda Poltawska, antigos amigos do Papa João Paulo II

No Brasil o Cardeal Lucas Moreira Neves, arcebispo de São Salvador da Baia, presidente da Conferencia de Bispos do Brasil







Ligações económicas


A Opus Dei iniciou a sua actividade económica no Ensino, como a já referida residência universitária, a Academia DYA e de seguida cria a Universidade de Navarra. Hoje tem muitas mais actividades como se vê a seguir

Em Portugal tem o colégio Horizonte, o Mira – Rio, o Planalto, o Cedros, o Colégio Universitário Montes Claros e a Universidade Universitas, que lhe tem gerado problemas, e tem ainda as Edições Prumo, a Cooperativa de Fomento de Iniciativas Culturais, o Hotel Três Pastorinhos em Fátima, e procura o domínio da Universidade Católica. Consta que o BCP é um banco com capitais oriundos da OD.

Em Itália tem as edizioni Ares e o Studi Cattolici e o banco Akros, Elis Centre, La Fondazione Rui, Pontifical University of The Holy Cross, Residenza Universitária Monterone, Universidad Campus Biomédico de Roma

Na França têm, Editions du Laurier, Centre de Formation ICTUS, Institut Universitaire Saint – Mélaine, IRCOM

Em Espanha tem o Banco Popular, Altaviana, Fundacion CODESPAColégio Mayor Albayzin, IESE Business School, Masnou Tecnologia SL, Santuário de Torreciudad, The Studium Foundation, University of Navarra, Centro Elis, Centro de Estúdios e Investigaciones Técnicas de Gipuzkoa, Centro Femenino de Turismo y Hotelaria, Centro Universitário Castel, Clínica Universitária Navarra, Colégio Altair, Colégio Alpamayo, Colégio Besana, Colégio Gaztelueta, Colégio Guadalaviar, Colégio Intisana, Colégio Irabia, Colégio Retamar, Colégio Senara, Colégio Tajamar, Colégio Torremar, Colégio Viaró, Colégio Xaloc, Colégio Mayor Albalat, Colégio Mayor Albayzin, Colégio Mayor Almonte, Colégio Mayor Almonte, Colégio Mayor Alsajara, Colégio Mayor Arosa, Colégio Mayor Bidelade, Colégio Mayor Castilla, Colégio Mayor Guadaira, Colégio Mayior La Estila, Colégio Mayor Los Arces, Colégio Mayor Miraflores, Colégio Mayor Mendaur, Colégio Mayor Montalbán, Colégio Mayor Monterols, Colégio Mayor Pedralbes, Colégio Mayor Peñafiel, Colégio Mayor Peñalba, Colégio Mayor Somosierra, Escuela Deportiva Brafa, Escuela Profesional Altaviana, Escuela Profesional Fuenellana, Escuela Profesional Zalima, Instituto de Estúdios Superiores de la Empresa- IESE

Na Suiça tem o Nordfinanzbank, Limmat Stiftung e o Studentenhaus Allenmoos

Nos EUA têm Association for Educational Development- Califórnia, Berkland Foundation, Inc, Charwick Study Center, Chestnut Center, Menlough Study Center, Peninsula Foundation, Tilden Study Center, Trumbull Manor Inc, Westfield Residence, Westwood Study Center, Kingsland Foundation, Inc, Mulholland Foundation, Palmtrail, Inc, Roseaire, Inc, Alliance for Character in Education, Association for Educational Development, Castlewood Foundation, Corporation for Social Educational Development, Euclid Foundation, Kingswood Academy, Lexington Center, Inc, Lexington College Inc, Lincoln Green Foundation, Midtown Cultural Center, Inc, Mildtown Educational Foundation, Midwest Theological Forum, Inc, Northridge Preparatory School Inc, Saint Mary of the Angels Church, The Willows Academy, Shellbourne Inc, Southold Center for education, Inc, Windmoor University Center, Arnold Hall Inc, Bayridge Residence and Cultural Center, Brimfield Study Center, Inc, Cedar Wood Foundation Inc, Chestnut Hill Foundation, Inc, Elmbrook University Center, Inc, Montrose Foundation Inc, Trimount Foundation Inc, Lindell Study Center, Wespine Study Center, Association for Cultural Interchange, Inc, The Clover Foundation, Higher Education Initiatives Foundation, Inc, Mercer House, The Nassau Foundation, Inc, Scepter Publishers, Southmont Foundation., Inc, Alderton House Inc, Carl Schmitt Foundation Inc, Crawford Foundation Inc, Heights Foundation Inc, Homeland Foundation, Inc, Irving Home Arts, Inc, Murray Hill Institute, Inc, Murray Hill Place, Inc, National Center Foundation, Pontifical Atheneum of the Holy Cross Foundation, Riverside Study Center Inc, Rockside Foundation, Rosemoor Foundation, The Sauganash Foundation, South Brox Educational Foundation, Inc, Vancourt Inc, Woodlawn Foundation, Youth Service International Inc, The Mary Foundation, Warwick Foundation Inc, Mathewson Foundation Inc, Chaucer Drive Study Center, Featherrock Conference Center Inc, Montevista Foundation Inc, Southgate Foundation Inc, Southmore Foundation, Inc, Wingren Foundation Inc, Altview Foundation Inc, Longlea Conference Center, Oakcrest School, Stonecrest Home Arts, Inc, Tenley Study Center, Tysons (Reston) Study Center, Inc, Van Ness Study Center Inc, Wyoming House, Layton Study Center Inc, Petawa Residence and Cultural Center, Inc,

Na Argentina têm, IAE, Universidad Austral, Instituto de Altos Estudios Empresariales - IAE

Na Austrália têm, Creston College, Dartbroke Study Center, Eremeran Club, Eremeran Hills Study Center, Kenthurst Study Center, Kenvale College, Mountview Study Center, Nairana Study Centre, Orchard Hills Preparatory School, The Pared Foundation, Redfield College, Retaval Preparatory School, Southmore Study Center, Tangara Infants, Tangara Schools for Girls, Warrane College, Westburne Study Centre.

No Brasil têm, Centro de Extensão Universitária, Colégio catamarã, Centro Educacional e Assistência da Pedreira, Casa do Moinho, Central Social Morro Velho, Instituto Superior da Empresa, Pontal

No Canadá têm, Ernescliff College, Headford Cultural Group, Westbrook Education Fund

No Chile têm, University of the Andes, La Residencia Alborada, Residencia Araucaria

Na Columbia têm, Universidad de La Sabana

No Reino Unido têm, Greygarth Hall, Netherhall House

Na Alemanha têm, ISM

Em HongKong têm, Kam Him Center

Na Irlanda têm, Cleraun, Castleville Study Centre

No Kenya têm, Strathmore College, Kianda School

No México têm, Instituto Panamericano de Alta Dirección de Empresa, Escuela Femenina Montefalco

Na Holanda têm, Club de Borcht, Scholierenklub Lariks, ISLA Languages, Stichting Europrof, Stichting Instudo,

No Peru, University of Piura, Instituto Rural Valle Grande, Escuela de Dirección PAD

Nas Filipinas, Dagatan Family Farm School Parents for Education Foundation, Inc, Paref-Northfield School, Paref- Ridgefield School, Paref Rose hill School, Paref Rosefield School, Paref Rosemont School, Paref Southcrest School, Paref Southridge School, Paref Springdale School, Paref Westbridge School, Paref Woodrose School, Paref-Yu Ming School, Sinagtala Publishers, Inc, University of Asia and the Pacific

Na Venezuela têm, Colegio de Los Arcos e o Centro de Orientación Familiar

Na Costa Rica têm, Escuela de Turismo para la Mujer Guaitil

Na Nigéria têm, Helmbridge Study Center, Lagos Business School

Na Estónia têm Klubi Alfa

No Equador têm, Instituto de Desarrollo Empresarial

Na Guatemala têm, TAYASAL

No Uruguai têm Instituto de Estúdios Empresariales de Montevideo
publicado por JoffreJustino às 16:06
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2006

Um texto sobre estes "boicotes" islâmicos....

Meus Caros,



Este email que vos envio abaixo, divertido, recebi-o de uma amiga minha, brasileira, temente a Deus, Catolica, ainda que com as características brasileiras tipicas...



Se repararem bem, este email, se envolvesse um alto hierarca islâmico, estaria a gerar mais um “conflito religioso”…



Como sabem eu sou particularmente defensor da Tolerância e do Diálogo InterReligiões.



Como sabem tenho assumido esse papel em momentos vários e continuarei a mantê-lo, inclusivamente no que se refere à Religião Islâmica.



No entanto, como Defensor da Liberdade de Expressão, nada me incomoda mais quando se ataca a mesma, pressionando com meios e argumentos económicos, e procurando com tal impedir, um cidadão que seja, de se exprimir livremente.



Sou assim por educação, por autoformação e porque já sofri na pele vezes demais o estar limitado no meu direito de expressão, inclusivamente com a utilização da pressao economica sobre mim, e os meus bens, como sucedeu aquando das Sanções impostas aos membros da UNITA.



Por ter vivido momentos que não desejo a ninguém, não sou capaz de me silenciar quando assisto a uma campanha em volta de uns cartoons e do Profeta Maomé, que eu respeito profundamente na sua dimensão Histórica e Religiosa.



Na Dinamarca, na “Conchichina”, se me permitirem usar esta abordagem, alguém se lembrou de utilizar ons cartoons em volta do Profeta Maomé.



No Brasil, alguém se lembrou de brincar com aquele que, para os Católicos, é a Pedra Viva da sua Igreja.



Alguns Islâmicos fazem campanha contra, generalizando, os produtos europeus.



Aceitariamos que alguns Católicos fizessem campanha contra Produtos Brasileiros?



Eu não o aceito em qualquer circunstância.



Que eu saiba os Católicos, os que conheço certamente, conviverão bem com a brincadeira abaixo.



Porque defendo que a Liberdade de Expressão não deve ser limitada, em qualquer circunstância, deixo-vos esta reflexão.



Podem cair Reis e Principes, Presidentes e Governos, Parlamentos e Municipios, que a Liberdade de Expressão é vital para que possamos conviver.



Com Tolerância.



Porque a Tolerância não é achar que os Outros nos devem aceitar.



É aceitar o como os Outros São.



Um abraço



Joffre


Ninguém merece receber um e-mail deste....nem vc...massssssssss








Retrospectiva 1981


1. O Príncipe Charles se casou
2. O Liverpool foi Campeão da Europa
3. Austrália perdeu o torneio de Ashes
4. O Papa morreu

Retrospectiva 2005


1. O Príncipe Charles se casou
2. O Liverpool foi Campeão da Europa
3. Austrália perdeu o torneio de Ashes
4. O Papa morreu

Precisamos ficar atentos.

Se o Príncipe Charles resolver se casar de novo, alguém aí precisa avisar o Papa.
publicado por JoffreJustino às 16:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds