Quinta-feira, 1 de Julho de 2010

EUSÉBIO Versus Ronaldo

Um professor de Música da escola básica Mem Ramires,
em Santarém, foi ontem condenado a pagar uma multa
de mil euros pela prática de um crime de injúrias. Em
causa está o facto de o docente ter usado a expressão
"entra lá, ó preto", quando um aluno de 12 anos pediu
autorização para entrar na sala de aula.
In PUBLICO de 22.05.2010

Todos sabemos que existem muitos, mais que muitos, sinais de xenofobia, na vivência portuguesa, apesar de cinco séculos de relacionamento multirracial resultante da Expansão Portuguesa.

Sabemos também que estes sinais sempre existiram, (apesar de um Primeiro Ministro, Marquês de Pombal, mestiço, por exemplo), e que uma das razões do fracasso do Império português esteve na impossibilidade de evolução, por mero racismo, das relações Portugal/ex Colónias ao tempo de Salazar e Caetano.

Apesar do Eusébio.

Que hoje trago á liça porque, não sendo benfiquista, me recordo bem da raiva sentida, não poucas vezes, nas suas lágrimas, aquando das derrotas internacionais, quando representava Portugal.

E trago hoje à liça porque já ontem relevei este Cidadão, português e moçambicano, moçambicano e português e que foi, não poucas vezes as delícias internacionais de todo o espaço imperial português, dada a forma com que jogava, com entrega, com vigor, com amor.

Tem Portugal hoje, várias medalhas que deve a cidadãos e cidadãs, portugueses, mas de origem múltipla do espaço da CPLP.

Alguns, Negros como Francis Obikwelo, que até é nigeriano de origem ou também Nelson Évora.

Já ouvi, até, dizerem-me que o problema da selecção portuguesa reside no nº exagerado de “brasileiros” nela existente.

Pois.

Mas é tempo de perceber o que dizer a Ronaldo e a Sabrosa que, visivelmente, não queimaram uma canela pela sua selecção, apesar de, e uso propositadamente o termo – “branquelas”, (tal qual eu sou).

Vi os tais “brasileiros” a esforçarem-se, a queimarem as canelas, mas não vi tal em Sabrosa nem em Ronaldo.

Por mim, bem mais português, do império antigo sem dúvida, mas português de choro de raiva é bem mais Eusébio, ou Obikwelo, que Ronaldo, ou Sabrosa.

Por isso e porque um amigo meu, negro também, português e moçambicano, moçambicano e português também, me disse que deveria escrever sobre este caso deste professor, diz-se que de “música”, que pensa que pode educar os/as Jovens, com frases como “entra lá ó peto”.

E se demorei foi porque o tema merecia ser tratado em momento quente, como este, de derrota da selecção portuguesa.

Porque não estava lá o choro de raiva, portuguesa e moçambicana, moçambicana e portuguesa, do Eusébio, o suor de Obikwelo, ou de Nelson Évora.

Somos assim, nós os filhos do Império e que não nos envergonhamos de dizer “vai tu”, a este professor de música que se fica com uma multa de “mil euros”.~

Podendo continuar a leccionar, sem mais, mesmo quando se sabe, ao que parece, que, aos outros alunos, não negros, também não se ensaia” nada em chamá-los de “cães” ou de “palhaços”.

Podendo continuar a leccionar?

E o Sindicato de Professores nada faz? O Ministério da Educação nada faz?

Nem orientá-lo para terapia psicológica?

Que claramente necessita?

Porque, de facto, se este professor está a mais, (ou o Ronaldo), visivelmente, não o estão nem o Obikwelo, ou o Nelson Évora, ou os “brasileiros”.

E, para além de Portugal, deste Portugal mestiço de séculos, para que reflictam sobre as dificuldades em haver o reencontro em África, na certeza de que ele terá de acontecer, para que não hajam genocídios dramáticos, vejam o vídeo abaixo, enviado pelo meu amigo Simão Cacete, angolano vivendo em Portugal.

Ele passa-se na República Democrática do Congo, pois ainda há quem alimente e lute por uma outra África, um outro Mundo, um Planeta sem discriminações, explorações desenfreadas, onde a Liberdade de Circulação seja a regra de ouro, com naturalidade e sem passaportes, como diria HGWells

http://www.dailymotion.com:80/pollux91/video/x7j7oh_orchestre-symphoni=ue-de-kinshasa_music
publicado por JoffreJustino às 13:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds