Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Angola de Novo…Um Apelo sobre O “PATRÃO” da UNITA mandou despedir o delegado em Portugal

O meu Amigo e militante da UNITA enviou-me o texto abaixo, relatando a recente evolução da conflitualidade no seio da UNITA, também em Lisboa.

Segundo ele, o meu amigo Isaac Wambembe é alvo de um afastamento do seu cargo de Representante da UNITA em Portugal.

Sou um particular amigo de Isaac Wambembe. Sou, até, seu padrinho de casamento.

Sei que ele, como eu, e poucos bem poucos mais, (no exterior), sofreu fortemente com as sanções…(eu estive dois anos proibido de gerir as minhas actividades, de ser remunerado e cheguei a ser dado, na Segurança Social, como não existente em Portugal, estendo por causa destas pressões ainda hoje a pagar dividas que tive de arranjar para me sustentar e segurar o que pude da minha vida profissional anterior…)

Aquando de 2004, do Congresso desse ano da UNITA, defendi que a UNITA deveria continuar a ser um partido socialista humanista; por isso e por respeito ao passado defendi o general Gato nesse Congresso, tendo sido o único da Missão Externa a fazê-lo.

Já estava, na altura, marginalizado dentro da UNITA, que se esquecera de como fora indigitado com membro suplente da Comissão Politica por ser membro da Comissão de Justiça Paz e Reconciliação em Angola e que, por isso, me deixara completamente de lado na inserção em Angola…

Como nunca fez nada para que eu tivesse direito à Nacionalidade Angolana, algo que pedi formalmente junto da Assembleia Nacional de Angola, como a UNITA teve conhecimento.

Mas, como dizia, nesse Congresso obtive uma vitória que foi o adiamento da decisão sobre a que família politica iria aderir a UNITA, tendo no Congresso ficado decidido que este assunto seria tratado em Congresso posterior, o que não veio a acontecer e me levou ao afastamento da UNITA, tal qual anunciei em 2005.

Nesse Congresso o meu amigo Carlos Lopes, mantendo comigo uma amizade bem respeitável, defendeu o hoje presidente da UNITA Samakuva, sendo que Isaac Wambembe assumiu uma posição mais neutra.

Ano depois, cinco anos depois, constata-se o como eu tinha razão em 2004.

A UNITA perdeu peso politico no Parlamento, numas eleições que foram por todos os participantes aceites, e hoje vê-se enredada numa teia de interesses de onde infelizmente não escapará.

Como cidadão hoje estranho à UNITA, como luso angolano não aceite enquanto angolano, situo-me de fora deste actual conflito interno à UNITA.

No entanto, enquanto amigo de Isaac Wambembe e de Carlos Lopes, sinto-me forçado a dizer que entendo a sua frustração e desejo de mudança na UNITA.

Conheci a sua militância, a sua participação na Resistência, a sua vontade enorme de ver a Democracia em Angola e, nesse campo, estou claramente com eles.

Tenho amigos também no outro campo. Reconheço nesses amigos também a Resistência e militância, e o desejo de ver surgir a Democracia em Angola.

É para esses que Apelo, para que encontrem a solução adequada, pois a UNITA só se esvazia cada vez mais com estas crises.

E ainda que hoje seja um Partido politico fora das minhas opções – eu sou Socialista e a UNITA é, hoje, um partido de Direita, ainda que com cidadãos de Esquerda no seu interior por razões que têm a ver com o seu passado – entendo que é manifestamente negativo para Angola que a UNITA se esboroe.

Apelo pois ao bom senso, apelo aos membros da UNITA que respeitem quem por ela sofreu e bastante, como Isaac Wambembe. Diria mesmo, no Exterior, como poucos, mesmo bem poucos.

Joffre Justino


O porta-voz da UNITA, Dr. Alcides Sakala foi despachado para Lisboa com a ingrata missão de nomear um novo delegado da UNITA, num Hotel, na presença de alguns militantes e responsáveis da juventude e das mulheres do partido. Contudo, o Presidente da UNITA «esqueceu-se» de demitir de funções o anterior Delegado da UNITA, o Dr. Isaac Wambembe.

Hoje, esse novo delegado convocou uma reunião de reflexão sobre Angola na capital portuguesa, que por falta de participantes acabou por ser adiada.

Palavras para quê? … os factos políticos falam por si!!!

A maioria dos militantes e simpatizantes da UNITA que residem em Portugal ignoraram completamente a nomeação do novo delegado. As coordenações do Norte e Sul de Portugal, da UNITA continuam solidárias com o Dr. Isaac Wambembe.

O Dr. Isaac Wambembe, médico de profissão e natural do Bailundo, sofreu as sanções da ONU contra a UNITA, como é do conhecimento geral, não abdicando dos seus valores políticos, culturais e sociais, apesar das vicissitudes que penalizaram a sua carreira profissional e a própria família.

Em 2003, Isaías Samakuva saía de Paris, passando por Lisboa e pelo norte de Portugal, onde tomou a decisão de se candidatar a Presidência da UNITA, com o apoio expresso da referenciada « missão externa da UNITA ».

Passados seis anos, a esperança renasce no seio da UNITA e em Portugal, com o posicionamento que o Dr. Isaac Wambembe irá tomar em prol do partido em particular e dos angolanos em geral. Mais uma vez, o território português e os amigos portugueses vão assistir os primeiros passos de um Homem, que está pronto a desafiar o seu próprio destino, para defender os « que não têm voz », para dialogar com lealdade, ética e transparência, com todos aqueles, que desejam para os angolanos uma vida digna e próspera.

O Dr. Isaac Wambembe, avança com toda a confiança!

Estamos juntos.

Carlos Lopes

FONTE: http://angolasempre.blog.com
publicado por JoffreJustino às 08:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds