Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Uma Clarificação Necessária

“Caro Joffre Justino

Recebi a sua confusa prosa, onde se misturam muitas coisas.
Não conheço de perto a realidade concreta das Freguesias de
Lisboa de que fala.
Mas conheço muito bem a realidade autárquica, onde se
multiplicam os entendimentos do PS com a direita, por todo o
País. Aqui, em Coimbra, posso dar dezenas de exemplos.
Discordo, portanto, de uma visão de que o PS pode fazer
entendimentos com a direita, onde bem lhe aprouver, mas
o PCP estaria condenado a só poder falar e entender-se
com o PS. Por que carga de água ?
Nas Autarquias, os entendimentos para formar executivos
nas Freguesias, ter ou não ter pelouros nas Câmaras, devem
ter sobretudo em conta as pessoas em concreto e as reais
condições para que os eleitos de esquerda possam exercer os
seus mandatos e executar os seus programas de esquerda. Essa
é a minha experiência concreta, de quem foi impedido de exercer
pelouro na Câmara de Coimbra por uma maioria autoritária do PS,
que de bom grado ajudei a derrotar em 2001. E que me permitiu
exercer à esquerda durante os últimos 8 anos o Pelouro da Habitação
, numa Câmara de maioria PSD.
Em nome da cidadania, gostaria que divulgasse este meu depoimento
por todos aqueles a quem mandou o seu texto. “


Uma Clarificação Necessária



O texto acima veio-me do email do senhor Gouveia Monteiro, que, ao que parece, será vereador do PCP, no mínimo, da CDU, em Coimbra. E como este companheiro de lides autárquicas, com bem mais responsabilidades que eu, solicita que eu divulgue a sua opção pelos mesmos meios que utilizei no texto anterior “As Opções de Direita, Reaccionária, do PCP.E As Populistas do PSD” entendi de imediato corresponder informando-o que iria fazê-lo neste contexto – o de um debate!

Como estou a fazer. Disse-lhe que o faria amanhã, mas optei por o fazer já hoje….

Já o informei, mas volto a fazê-lo, cometi um erro no texto anterior e que cito acima, troquei a JF de Santa Engrácia, pela JF de Santo Estêvão, aquela onde sucedeu a coligação PCP/PSD, a par da JF de São Vicente de Fora, e como soube agora, também na JF dos Anjos, onde o PCP se coliga ao PSD.

Penso que o texto do senhor Gouveia Monteiro é muito claro, provavelmente bem mais claro que os meus, ( ele queixa-se disso…), e o argumento que usa é bem simples – se o PS pode fazer coligações à Direita então porque raio não o pode fazer o PCP?

Respondo eu de imediato com a mesma simplicidade – e se o PCP o faz, porque raio não o pode fazer o PS?

Mais ainda, o PCP acha natural fazer uma coligação de Governo, (municipal mas Governo), numa das mais importantes Câmaras do País que permite ao senhor Gouveia Monteiro, diz ele explicitamente, “exercer à esquerda durante os últimos 8 anos o Pelouro da Habitação , numa Câmara de maioria PSD”. Não por 4 mas por 8, 8 anos note-se, um comunista coliga-se com o PSD e pensa que governou à esquerda….!

Santa ingenuidade, se me perdoarem!

Sou, note-se, dos que entende que os cargos municipais deveriam ter uma característica mais representativa o que forçaria, sem dúvida, a que os acordos políticos fossem mais públicos, pois, se era forçoso o entendimento, por representatividade no Executivo Municipal, então a Governação Municipal seria imposta pela regra do eleitorado e não pela regra do cambalacho politico.

Por isso nem acho mal que o senhor Gouveia Monteiro esteja no cargo em que está exercendo as funções que exerce.

Acho mal é que o faça com a ingenuidade que apresenta, pois de facto a sua presença, por não resultar linearmente da eleição é uma presença que justifica uma politica – a do PSD, somente.

Não pode pois é assumir, para o terreno da propaganda, que o PS se coliga à Direita, achando tal, mal, e esquecer que se encontra em uma coligação de Direita, ele também. E que se encontra, goste ou não, a servir os interesses da Direita.

Também já o escrevi por demasiadas vezes, não vejo qualquer mal em o PS se coligar com o PSD, para a governação do País, em determinadas circunstâncias – defendi o Bloco Central por causa disso e defendo que é um grave erro democrático não haver uma coligação a governar hoje o país, dada a crise mundial e interna que vivemos.

Preferiria, para tal, uma coligação de Esquerda, a uma coligação de Direita, sem dúvida, mas, se o PSD retomar a politica de bom senso e de realismo que teve anos a fio, e se o PCP continuar na sua politica de sectarismo face ao PS, não entendo mal em que haja uma coligação PS com o PSD, em nome do Desenvolvimento económico e social, da Estabilidade politica económica e social, e da recuperação rápida face a esta crise que ainda pode vir a tornar-se em dramática.

Mas a realidade que analisamos é outra.

Pela segunda vez, perante propostas de coligação, uma parte da Esquerda, uma parte do PCP, recusa a coligação entre a Esquerda e parte para a aventura à Direita, para a sustentação de politicas de Direita, em seu nome.

É um direito que o PCP tem.

O de virar à Direita, o de se assumir cada dia que passa pelas Direitas que entender.

Não pode, depois, é criticar os outros.

Por fazerem o mesmo.

Sobretudo quando, se confrontados com uma proposta de coligação, alinham em uma outra coligação, uma de Direita e não uma de Esquerda.

Porque só há uma ilação a tirar de tal.

É que querem mesmo que a Direita governe o pais, no Governo Central mas também nas Câmaras Municipais e nas Juntas de Freguesia do Pais.

E que resultado terá tal?

O desvirtuar da Esquerda em primeiro lugar.

Note-se houve proposta explicita de coligação à Esquerda!

O desvirtuar do PCP em segundo lugar.

Note-se como o PCP perde eleitorado de eleição para eleição em nome de nada, pelo menos para a Esquerda.

O confundir o eleitorado em terceiro lugar.

Olhemos para a abstenção, para os votos brancos e nulos.

O pôr-se em causa a Democracia em quarto lugar.

Porque o erro não está na coligação, já o disse, está na escolha de coligação que se faz – e o PCP está a optar pela coligação sob a alçada da Direita.

Esse é o erro.


Joffre Justino
publicado por JoffreJustino às 12:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds