Segunda-feira, 11 de Abril de 2011

Mais Um Referendo na Islândia - De Novo Não Pagamos! Texto reformulado)

60% dos islandeses voltaram a dizer Nao Pagamos! Acto de coragem? Acto de loucura? Acto de desespero ? Acto de fúria? Bem, o que importa é que disseram Não Pagamos uma divida de uma Banca que valia onze vezes o conjunto do pais, mas que à primeira, logo no embate inicial - estourou! De facto, essas onze vezes de riqueza maior que o Estado, eram em boa parte verdadeiro lixo, produtos financeiros tóxicos. E o espantoso é que esses produtos tóxicos, provindos em boa parte dos EUA, da alta finança lá sediada, eram para as mesmas agencias de Notação que nos consideram ao nível do lixo - bons produtos! Eis porque o conceito de Crime Económico Contra a Humanidade, conceito nascido como vimos nos EUA também, o país de todos os contrastes, que já referi em texto anterior, tem de ser utilizado e os criminosos têm de ser penalizados! Vamos para tribunal dizem os Islandeses e, nessa matéria, bem. Daí, claro, a zanga das agencias de Notação porque, em tribunal, arriscam-se a serem consideradas parcialmente no mínimo, culpadas! Dai também o silencio dos que à Direita e à Esquerda, em Portugal, votaram contra o PECIV, pois a Islândia mostra, é exemplo disso, que há muitos caminhos que Não passam pela cedência da Esquerda e da Direita, ao FMI. É certo que em Portugal a situação é bem diversa, pois o nosso endividamento tem uma forte parcela das Famílias e das Empresas e Não apenas do Estado por um lado e, por outro, a Banca Nao se alimentou em Portugal dos tais produtos tóxicos, aliás ao contrário do dito no videoclip a seguir , que não deixa de ser interessante e, por isso, o divulgamos neste texto http://www.youtube.com/watch?v=8MPJkq8LiNQ ! Mas a Islandia mostra que os caminhos alternativos ao FMI eram muitos, algo esquecido na votação contra o PEC IV, que nos empurrou para esta fragilíssima situação em que vivemos – a de estarmos nas mãos do FMI! (Se calhar é por isso que Fernando Nobre voa tão aceleradamente do BE às mãos do PSD de Passos Coelho – o tal das ligações incómodas em http://www.sabado.pt/Actualidade/Portugal/Passos-Coelhos-empresas-escandalos .aspx?time=20113293160377 !). Podia e estava Portugal a procurar seguir um percurso europeu, por isso anti FMI, (pois só os tolos não entenderam que existem fortes divergências entre o projecto Europa e os interesses ligados ao FMI), quando o mesmo percurso foi travado por esta aliança espúria CDS PSD PCP BE, na AR. E, gostem ou não, à responsabilidades que não podem deixar de ser assacadas! Hoje sabe-se o resultado desta visão eleitoralista das oposições, e o como estamos a pagá-la caro! Visão eleitoralista e sectária que, infelizmente, a levou a Não apoiar, como deviam, a Regulamentação das Agencias de Notação e a Petição que se encontra em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N6501 e já com 1180 Assinaturas, mas necessitando de ter 5 000 ! O Nao pagaremos seria em Portugal nada sério, pois existem responsabilidades, individuais, de quase todos, como vimos, na divida externa portuguesa. Mas a Via da Negociação Europeia esteve a um minuto de ser obtida e o não ter se conseguido tal via foi um erro irreparável! Hoje há que criar condições para, eleitoralmente, se penalizar quem cometeu o tão irreparável erro, as oposicoes, e permitir que os próximos difíceis tempos sejam geridos por quem estava a resolver adequadamente no governo o impacto da crise mundial em Portugal – o PS! Mas urge também que, no PS, se deixe surgir a mais Esquerda para além da Esquerda que está no PS, com novas gentes e novas vozes, no acompanhamento apoiante, mas critico, da governação na Assembleia da República! Não parece, infelizmente, que tal esteja a suceder - o que fragilizará eleitoral e desnecessariamente o PS! E tal numa altura em que urge assumir posicionamentos de elevada abertura, bem ao contrário da censura feita na Madeira ao lançamento do livro Jardim, a grande fraude, de Ribeiro Cardoso (Caminho) e, acompanhar o simbólico exemplo da Exposição do Não Apaguem a Memória, NAM. Joffre Justino E-mail : jjustino@epar.pt Blog pessoal: coisasdehoje.blogs.sapo.pt/ Remover desta lista de distribuição Notas, 1. Exposição “A Voz das Vítimas” A direcção do NAM vem convidar-vos a estar presentes na inauguração da exposição “A Voz das Vítimas” que terá lugar no dia 14 de abril próximo, às 18 horas, no Aljube (ao lado da Sé de Lisboa). A Exposição resulta de uma parceria entre o Movimento Cívico Não Apaguem a Memória! (NAM), a Fundação Mário Soares e o Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e teve o apoio financeiro da Comissão Nacional das Comemorações do Centenário da República, da Câmara Municipal de Lisboa, da Secretaria de Estado da Cultura e doutras instituições, empresas e cidadãos que decidiram dar o seu contributo a esta iniciativa. 2. A Censura Campeia na Madeira! A propósito do lançamento no Funchal do livro Jardim, a grande fraude, de Ribeiro Cardoso (Caminho), cujo convite lhe foi ontem por nós enviado vimos informar o seguinte: 1 – Depois de devidamente combinado e agendado o lançamento numa sala do Hotel CS Madeira Atlantic, no Funchal, para o dia 12 de Abril (próxima terça-feira), pelas 18 horas fomos informados esta manhã, por parte de responsável do Hotel, da impossibilidade do aluguer da sala. 2 – Durante a tarde de hoje realizámos diversos contactos para alugar uma sala na cidade do Funchal, contactos que se revelaram infrutíferos. 3 – Por esta razão, vemo-nos forçados a adiar o lançamento para uma data posterior, da qual informaremos logo que possível. O lançamento agendado para Lisboa, no dia 13, às 18.30h, na Casa da Imprensa, mantém-se. Lamentamos qualquer inconveniente causado por este adiamento. Catarina Cruzeiro Comunicação Rua Cidade de Córdova, nº 2 2610-038 Alfragide - Portugal Telef. (+351) 21 427 22 86 Tlm. 91 197 33 59 ccruzeiro@leya.com Manuel Rodrigues Vaz Estrada de Telheiras, 79 - 3º A 1600-768 LISBOA Tel. +351 962469769 manuelrvaz@gmail.com
publicado por JoffreJustino às 12:04
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De pvnam a 11 de Abril de 2011 às 19:32
Porque é que os media silenciam o FULCRO da Revolução na Islândia?
.
RESPOSTA: o FULCRO da Revolução na Islândia não é o discutir "pagamos" versus "não pagamos"... mas sim, o 'corte' com as regras da superclasse (alta finança - capital global):
- a superclasse (nota: controlam os media) quer Democracias-Fantoche ... leia-se: Democracias facilmente manobráveis por lobbys ...
- a superclasse não está interessada em Democracias aonde os cidadãos exijam, não só maior transparência aos governos, como também o Direito de VETAR as 'manobras' com as quais não concordam!
.
.
---> Os islandeses estão a optar lutar pela sobrevivência... ficar à mercê da superclasse (alta finança internacional - capital global) tem um resultado certo: o desaparecimento!
---> A superclasse é anti-povos que pretendem sobreviver pacatamente no planeta...
.
---> A superclasse protege o pessoal gerador de caos no planeta!
---> Um exemplo: o pessoal que anda numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios.
[nota 1: a superclasse ambiciona um Neofeudalismo - uma Nova Ordem a seguir ao caos... consequentemente, a Superclasse pretende dividir/dissolver Identidades para reinar...]
[nota 2: como alguém já disse: os 'bilderbergos' - infiltrados nos governos, nos partidos, nos sindicatos, etc - têm feito o seu trabalho: governos fragilizados... são depois pressionados/empurrados no sentido de que sejam vendidos activos dos Estados... leia-se, delapidar os sectores estrategicos, privatizar as joias de ouro, decapitar qualquer força opositora (no caso de Portugal a PJ e o Exercito) e depois criar uma policia privada mercenaria e um gigantesco complexo de vigilancia electronica]
.
.
.
ANEXO:
Antes que seja tarde demais, há que 'cortar' com a superclasse e sus marionetas... ou seja: há que mobilizar aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência... e... SEPARATISMO-50-50!
.
Mais, o que caracteriza o Nazismo não é o ser 'alto e louro'... mas sim a busca de pretextos (adoram evocar/inventar pretextos) com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!...
Pode-se ver quem anda por aí a efectuar uma sistemática busca de pretextos: O Nazismo Mafioso (um exemplo: a Inquisição Mestiça) repudia Hitler... mas, simultâneamente, o seu comportamento é hitleriano: andam por aí numa busca de pretextos... com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros... nomeadamente, as Identidades Étnicas Autóctones.
.
O Estado tem muitos defeitos... mas permite-nos participar (e procurar melhorar as coisas)... MAS... quem quiser ficar à mercê dos globalistas maçonicos do clube bilderberg (etc), ou seja, ser UM SERVO de senhores neofeudais…... tchau: que faça bom proveito!...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds