Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

(5) Deolindas Há Muitas….Será que é a Mim Que Querem Demitir?

( http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N6501 (atenção! Já somos 187!) Se calhar também é. Fui dirigente sindical, membro eleito de uma CT, deputado municipal, eleito por três vezes para a Assembleia de Freguesia em duas juntas de freguesia diferentes(enfim fui mudando de casa), ... Serei um desses, da classe política, a abater? Ah! E também Sou cooperativista, associativista, sócio de uma mutua, e interventor político social, sendo daqueles desavergonhados da Esquerda que são do PS, (imaginem, ( !), serei um “boy”? ) e, ainda por cima, apoiante de Jose Sócrates primeiro ministro (hoje crime lesa majestade!). Bem, devo ser. Mas o que me orgulho mais, foi ter sido convidado por Jonas Savimbi a estar na Comissão de Justiça Paz e Reconciliação Para Angola, para defender umas negociações MPLA e UNITA, que infelizmente nao aconteceram, porque os interesses económicos e políticos dominantes nunca quiseram essa Paz. Comissão essa que me levou a estar, em Portugal, 3 anos proibido de trabalhar, e de ser remunerado durante três anos também, por imposição da ONU, da CEE e do Estado Português. Se eu gosto desta classe politica onde me incluo? Antes de responder, recordo, A geração à rasca nao sabe, mas aconteceu- me e a muitos, muitos mais como eu, que tive o primeiro emprego estável, com contrato sem termo, com 29 anos. Em 1980. Entretanto, fui vendo a luz eléctrica generalizar-se a 90 e muitos % da habitações deste país( em 1974 ao 25 de abril nem 30% tinham), o mesmo acontecendo quanto à agua canalizada. Fui vendo a taxa de analfabetos reduzir se drasticamente, tal como a da infoexclusão, o número de escolas a aumentarem enormemente e em todos os níveis de ensino, (já agora entre 1975 e 1979 nunca auferi, como professor, mais que 10 meses por ano..). Como vi os hospitais aumentarem radicalmente, em número, e melhorarem significativamente, em qualidade, assim como a saúde enquanto sistema em geral. O mesmo aconteceu com a protecção social e a segurança social, quase inexistentes, na prática, antes do 25 de Abril de 1974. Como melhoraram as estradas ( ainda fui do Porto a Lisboa em 5h...), os comboios ( ainda fiz Porto Lisboa numa noite inteira, em um comboio pejado de tropas), os autocarros, etc. Ainda hoje, só hoje, mas já hoje finalmente, ficam todas as capitais de distrito ligadas à rede de auto estradas, com uma auto estrada a chegar a Bragança, e o túnel do Marão em fase terminal, tudo hoje acompanhado por Sócrates, o tal o “mau” . Quem geriu estas Mudanças claramente positivas ? Esta classe política, lamento recordá-lo! Toda ela, do CDS ao MRPP. Afastá-la radicalmente, propor tal, é só sinal de ignorância, de egoísmo, mas também de raiva e de insegurança. A ignorância e o egoísmo não os aceito ! A informação estatística sobre toda a Mudança, altamente positiva, e que está na raiz do endividamento actual do Estado, decorrente de toda a sua actividade entre 1974 e hoje, está mais que disponível. O que me preocupa, no entanto, é o ridículo apelo a ignorância, que está por detrás de quem apela à destruição desta classe política. E cheira muito a fascista. No entanto, o apelo vê-se, está a resultar, com, claro, a intervenção sempre pronta desta direitista comunicação social, como hoje se viu, no seio de uma geração que se vê maltratada pela sorte, tal qual aconteceu à minha. E há que reflectir sobre tal, pois se não o fizermos estaremos a entregar esta geração ás ultra direitas. Tirar um curso para ser escravo pode ser uma frase chocante, mas também me chocou ver o meu filho andar pelo mundo para ter trabalho, e a trabalhar, com uma licenciatura, como empregado de mesa. Ou ter falado, como já o contei, com uma jovem da idade do meu filho, engenheira da Qualidade, e vê-la a ser "vendedora" da Zon, enquanto "empresária em nome individual", segundo me contou. Eu vivi o mesmo em 1974/79, mas desejei que tal não acontecesse mais, aos níveis que hoje acontecem pelo menos. Nao desejei ver os pingo doce, os jerónimo martins, os Belmiro de Azevedo, os amorins, a sustentarem, com negócios municipais chorudos com todos os partido políticos, salários, nas suas empresas, ao nível do SMN e, ainda por cima, a protestarem com a sua sorte! Ou, claro, as PT, etc,… E, nesse âmbito, a classe política exigiu e exige pouco de si, tendo deixado ver a classe económica ser abusivamente beneficiada, esta classe económica liderante, nascida com o PREC, se bem se lembram, depois das inúmeras fugas de empresários para fora de Portugal e com muitos sem nunca mais regressarem! Beneficiada em demasia, quando essa classe económica liderante em nada beneficiou, até hoje, vê-se pela baixíssima distribuição dos rendimentos, quem com ela trabalhou e trabalha, e, ainda por cima, pouco inovando, pouco fazendo crescer o tecido económico e a economia, gerando poucos postos de trabalho modernos, não redistribuindo a riqueza, pouca democracia económica e social. Há pois que demitir esta classe económica liderante? Ridículo! A experiência havida no afastar a classe económica do antes do 25 de Abril, processo que originou o surgimento da actual classe económica liderante, mostra o erro desse percurso! Há é que lutar pela Mudança de mentalidades e de práticas! E volto à minha, há que regulamentar, a partir do global para libertar o local das prisões que vêm desse global. Por isso, a Petição pela Regulamentacao Internacional das Agencias de Notação que podem assinar em, http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N6501 e que podem divulgar por todo o espaço internetiano! Manif's contra a classe politica ? Ridículo perdoem-me! Ela pouco ou nada pode, então agora com esta global crise que nos está a arrasar! Manif' s contra as globais elites financeiras que, com a especulação financeira, bloqueiam, mais, empurram o pais e todos os restantes, em especial recordo os da restante CPLP, para a desgraça? Todas! Mas porque não acontecem então? Onde andam a CGTP, a UGT, o PS, o PCP, o BE, o MRPP, ou o PSD? Ate o CDS! Dói me! Dói-me a alma ver esta falta de motivação, de combatividade pela democracia, política, mas também económica, social, cultural e ambiental. Porque o que vejo são manifestações políticas, contra partidos e governos, dessas vejo muitas, mas não vejo manifestações contra quem realmente manda – os especuladores da alta finança! Mais, vejo até quem ande, sectariamente, a desvalorizar estes combates, como vejo neste caso da Campanha pela Assinatura da Petição Pela regulamentação Internacional das Agências de Notação. Campanha que se recusa a ser partidária, que junta já representantes de partidos como o PS e o BE e que quer ter mais e mais membros de outros partidos e dos sem partido, como cidadãos de todas as Nacionalidades, da CPLP ou não!
publicado por JoffreJustino às 15:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Primárias - Uma Otima Pro...

. O 11 de Setembro e eu pr...

. Um recado a Henrique Mont...

. Na Capital Mais Cara do M...

. Há Asneiras A Não Repetir...

. “36 Milhões de Pessoas Mo...

. Ah Esta Mentalidade de Ca...

. A Tolice dos Subserviente...

. A Típica Violência Que Ta...

. Entre Cerveira e a Crise ...

.arquivos

. Julho 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds